Economia | Empresa familiar

No Brasil, sobrevivência de empresa familiar é desafio, diz Instituto

Segundo dados do Instituto Empresariar, 70% das empresas familiares não chegam à segunda geração (a dos filhos) e 95% à terceira; apesar do quadro preocupante, elas são as mais rentáveis, as que mais crescem e os melhores locais para se trabalhar
26/03/2019

Do total das empresas existentes no Brasil, 80% são de base familiar. No Nordeste, essa participação é ainda maior, de 85% a 90%, realidade também do Maranhão. Apesar da representatividade em números, 70% delas não chegam à segunda geração (a dos filhos) e 95% à terceira geração. Para o CEO do Instituto Empresariar, Cícero Rocha, essa é uma realidade avassaladora, considerando a importância da empresa familiar para a economia do país.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte