Política | Negativa

Chuvas: governistas recusaram recursos para prevenção em SL

Valores que serviriam para aplicação em obras de manutenção e prevenção na cidade, R$ 5 milhões no total, foram encaminhados para a Secretaria de Governo
Thiago Bastos / O Estado 26/03/2019

A base do Governo na Assembleia Legislativa do Maranhão (AL) recusou, no fim do ano passado, R$ 5 milhões que seriam destinados para o combate a problemas causados pelas chuvas na capital maranhense. Os valores, que serviriam para a aplicação de obras de manutenção e prevenção na cidade foram destinados, segundo a Lei Orçamentária Anual (LOA) aprovada por maioria no Legislativo, em dezembro, para a Secretaria de Estado de Governo (Segov), que pauta suas diretrizes em “atos de gestão de negócios públicos” e assiste diretamente o governador Flávio Dino (PCdoB).
A sugestão para a destinação do valor aos danos das chuvas foi proposta por meio de Emenda (nº 227) pelo deputado estadual Adriano Sarney (PV). Em sessão realizada na Assembleia no dia 12 de dezembro do ano passado, 20 deputados votaram contra a matéria.
Antes da negativa, o deputado Adriano - na defesa da proposta - ressaltou que a realocação serviria para atender, até então, a demanda urgente na cidade.
“É nosso dever discutir a melhor forma de aplicação das finanças do Estado. É um absurdo que uma secretaria que, na prática, sirva apenas para atender a interesses políticos do governador tenha uma fatia tão gorda, enquanto que áreas prioritárias fiquem à míngua”, disse.
Em nota, o Governo do Maranhão informou que no “orçamento aprovado para o exercício de 2019, foram consignadas dotações orçamentárias” de R$ 9,24 milhões para “minimizar os desastres causados pelas chuvas”. Dados da LOA - divulgada no Portal da Transparência - apontam que, dos R$ 48,5 milhões previstos para a Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid), apenas R$ 2,04 milhões deverão ser aplicados em obras de saneamento básico, não necessariamente em São Luís.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte