Tortura

Mãe é presa por queimar as mãos do próprio filho, de quatro anos

Tainá Setubal Silva, de 21 anos, confessou o crime, alegando que a criança pegou dinheiro e outros objetos em casa sem a sua permissão

Ismael Araújo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h26
As mãos da criança com queimaduras de alto grau
As mãos da criança com queimaduras de alto grau (Queimadura)

APICUM-AÇU - A jovem Tainá Setubal Silva, de 21 anos, que está gestante de oito meses, foi presa ontem na cidade de Apicum-Açu, região da Baixada Maranhense, acusada de queimar as mãos do próprio filho, de 4 anos. A polícia informou que o motivo do ato bárbaro foi devido à criança ter pegado dinheiro e objetos sem a permissão da suspeita.

O delegado regional de Pinheiro, Oseias Cavalcanti, disse que os policiais militares foram informados do fato por meio de denúncia anônima e foram até a residência da acusada e encontraram a criança com as mãos queimadas e ainda havia bolhas.

Ainda segundo o delegado, Tainá Setubal confessou a autoria do crime e disse que tinha feito porque a criança teria pegado dinheiro e alguns objetos da casa sem a sua permissão. Ela, com raiva, acabou queimando as mãos do filho com uma frigideira quente.

Os militares levaram a acusada primeiramente ao hospital da cidade devido está gestante onde ficou em observação e, logo depois foi apresentada na delegacia. Ela é mãe de três crianças e vai responder pelo crime de tortura. A vítima também foi levada ao hospital para ser medicada e deve ser assistida pelos conselheiros tutelares do município.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.