Política | Brasília

Aumento de imposto e rombo na Previdência são destaque na Câmara

Edilázio Júnior fez um panorama da situação do estado e apresentou dados que atestam o caos administrativo, institucional e fiscal no Maranhão
Ronaldo Rocha da editoria de Política21/03/2019

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) apresentou ontem, na tribuna da Câmara Federal, uma espécie de dossiê que desnudou à imprensa nacional o caos administrativo, institucional e fiscal instalado no Maranhão pela gestão do governador Flávio Dino (PCdoB).
O parlamentar revelou aos colegas que representam os demais estados do país e o Distrito Federal, a política de aumento de imposto utilizada pelo comunista, com três elevações de alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em apenas 4 anos de mandato, o rombo da Previdência Estadual e o aumento da extrema pobreza no estado.
Logo no início do discurso, Edilázio apontou a incoerência de Flávio Dino sobre o tema, imposto. Ele lembrou que Dino defende uma tese à imprensa nacional, mas age de outra forma no comando do Executivo.
“Flávio Dino tem um discurso para a mídia nacional de taxar as grandes fortunas. Mas no Maranhão é diferente, ele tem taxado os que mais precisam, os mais carentes”, disse, ao referir-se ao aumento de ICMS.
Em dezembro do ano passado, logo após ter sido reeleito, Dino conseguiu aprovar na Assembleia Legislativa o imposto sobre combustíveis, bebidas alcoólicas – como cervejas - energéticos, isotônicos e até em rodas esportivas para automóveis e drones.
Em 2015 e em 2017 ele também já havia promovido aumento de ICMS em combustíveis, na conta de energia elétrica, em serviços de TV por assinatura, internet, bebidas e em cigarros.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte