Cidades | SAÚDE

Intervenção no caso do Hospital Aquiles Lisboa não está descartada

Defensor público destacou que há 10 anos órgão acompanha atuação da instituição; na segunda-feira (11), a Defensoria Pública da União lançou o Observatório Nacional de Direitos Humanos e Hanseníase
MONALISA BENAVENUTO / O ESTADO14/03/2019

Após veiculação de problemas no Hospital Aqui­les Lisboa (HAL), localizado na Ponta do Bonfim - área Itaqui-Bacanga -, uma intervenção não foi descartada pela Defensoria Pública da União, que na última segunda-feira (11) lançou, em parceria com o Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) e a Nippon Foundation, do Japão, o Observatório Nacional de Direitos Humanos e Hanseníase, que reúne organizações nacionais e internacionais para atuação na defesa de pessoas atingidas pela doença.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.