Alternativo | De volta

Dupla Sandy e Junior retorna em turnê nos meses de julho e setembro

Com apresentações únicas em 10 capitais do país, irmãos excursionam juntos pela primeira vez desde 2007, ano do encerramento da dupla, revisitando os maiores sucessos da carreira
14/03/2019 às 11h33
Dupla Sandy e Junior  retorna em turnê nos meses de julho e setembro Irmãos fazem a turnê "Nossa História" com estreia dia 12 de julho, no Recife

SÃO PAULO - Os projetos individuais preenchem e completam, desde então, a decisão mais honesta e corajosa que dois irmãos, com apenas vinte e poucos anos de vida e no auge da carreira como dupla, tomaram em meados de 2007, quando escolheram seguir suas vontades artísticas e alçar voos paralelos. Sandy atualmente com seu recém-lançado “Nós, Voz, Eles”, quarto álbum solo, e Junior Lima com o projeto de música eletrônica “Manimal”, no qual coleciona inúmeras produções musicais em parceria com os principais nomes do ramo, e o programa “Pipocando Música”. Ambos felizes, casados, com filhos, realizados e com a natural leveza e segurança que os mais de trinta anos de idade e história na música proporcionam. Sim, agora eles estão prontos para atender aos inúmeros pedidos de fãs de todo o Brasil. O tão aguardado encontro musical virou turnê e já tem nome, datas e locais.

"Nossa História" estreia dia 12 de julho, no Recife, seguida de Salvador, no dia 13 e excursiona por mais oito capitais até setembro, incluindo um megashow no Allianz Parque, em São Paulo, dia 24 de agosto. “Neste hiato de quase 12 anos, enquanto dupla, nossos fãs nunca deixaram de pedir ao menos um reencontro, mesmo sabendo de nossas escolhas artísticas individuais”, explica o multi-instrumentista Junior Lima, que assume a direção musical do projeto ao lado do músico e produtor Lucas Lima. “Nós sempre deixamos esta possibilidade no ar. Temos muito amor e orgulho pelo que construímos juntos. Acho que só estávamos esperando o momento em que estivéssemos prontos. A resposta só poderia sair de nós dois, ouvindo nossos corações e intuições, para que fosse uma entrega cheia de verdade”, pontua Sandy, que divide a direção artística com o irmão.
Afinal, ao revisitar a discografia dos 17 anos de carreira enquanto "Sandy & Junior", fica fácil para o público decifrar que sucessos como "Vamo Pulá", "Turu Turu", "Desperdiçou", "Inesquecível", "A Lenda", "Não dá Pra Não Pensar", "Love Never Fails", "Quatro Estações" e muitos outros hits estarão no set list das aproximadas duas horas de espetáculo. "Acho que o nosso maior desafio é saber quais músicas deixar de fora", pondera o diretor musical, que pretende manter grande parte das releituras bem próximas às versões originais. "Queremos dar às pessoas um ‘show de Sandy e Junior’, relembrar e revisitar quem a gente era e dividir isso com uma galera que não pôde ver na época mas acompanhava a carreira, o programa etc.", anima-se Sandy que já dá um spoiler sobre bailarinos ao palco, como nos tempos de Maracanã, Quatro Estações e turnês anteriores.

Show

E um show de veteranos exige uma direção experiente, precisa e sensível para traduzir tanta história em um único espetáculo. Raoni Carneiro foi a escolha para assinar a direção geral da turnê, que escalou um time altamente qualificado, coeso e de sua confiança para estruturar e dar forma a todo o conceito criativo que permeia esta grande festa. No time de criação fazem parte o diretor Celso Bernini, na cenografia Zé Carratu, light design de Carlinhos Nogueira e para o videografismo um time formado por Studio Curva, Gogacine e o diretor de arte Rafael Conde. O espetáculo está sendo desenhado com cuidado cirúrgico para acolher o público e proporcionar uma experiência única, sem sobrepor a prioridade dos artistas: a música.

“O conceito de “Nossa História” é uma experiência atemporal, com um show vivo, latente, pulsante, repleto de amor e cuidado em cada passo, cada detalhe. Mas não estamos falando de um show vintage, apesar de ter uma matéria prima riquíssima adormecida há anos. O público e os artistas evoluíram, e o espetáculo vai acompanhar isso. Em paralelo, Sandy e Junior transcenderam ao tempo. Criaram e criam até hoje tantas memórias que passado e presente ainda se misturam. E esse projeto é apenas um encontro, que deve acontecer em um espaço mágico, com luz, led, signos, símbolos, marcas cênicas, ballet, banda. Tudo que proporcione aos fãs um momento único, com todos os elementos necessários para contar uma grande história”, afirma Carneiro.


Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.