Polícia | Caso italiano

Morte de Italiano: Polícia Civil tenta identificar criminosos

Vítima, que desapareceu na quinta-feira e corpo foi achado na sexta-feira, estava no IML sem identificação, mas a polícia não sabia
Ismael Araújo13/03/2019

SÃO LUÍS - A Polícia ainda ontem não tinha conseguido identificar os acuados do assassinato do italiano Carmélo Mário Calabrêse, de 65 anos. De acordo com a polícia, ele morava há 20 anos em uma residência no Alto Laranjal, em Paço do Lumiar. O corpo dele foi encontrado por pescadores no rio Tibiri, zona rural da capital, e estava desde sexta-feira, 8, no Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, sem identificação, mas a polícia não sabia.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.