Política | Vistoria

"Consórcio terá que reparar danos em trecho duplicado da BR-135", anuncia ministro

Tarcísio Freitas garantiu recursos para a duplicação de outros dois trechos; chefe da pasta da Infraestrutura se reunirá com membros da bancada maranhense
Daniel Matos08/03/2019 às 13h27
"Consórcio terá que reparar danos em trecho duplicado da BR-135", anuncia ministroMinistro dialoga com técnicos e membros da bancada sobre a duplicação (Biné Morais / O ESTADO)

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, vistoriou, na manhã desta sexta-feira (8), as obras de duplicação e requalificação da BR-135, entre o KM-24 e o KM-60, do bairro Estiva, em São Luís, ao município de Bacabeira. Ele anunciou que notificará as construtoras responsáveis pelo serviço a reparar os danos verificados após a inauguração. O primeiro trecho duplicado, de 24 quilômetros, foi entregue em janeiro do ano passado.

Tarcísio assegurou o empenho dos recursos para a duplicação dos outros dois trechos da BR-135 já previstos, entre Bacabeira e Entroncamento e Entroncamento e Miranda. O ministro considerou inadmissível a deterioração do trecho duplicado pouco mais de um ano após a inauguração. A obra foi executada pelo consórcio formado pelas construtoras Serveng e Aterpa, ao custo de R$ 503 milhões.

"É inconcebível uma obra que custou mais de meio bilhão de reais estar nestas condições em tão pouco tempo", criticou, assegurando que as sanções previstas em lei serão aplicadas contra as empresas responsáveis, caso não sejam feitos os devidos reparos.

Reunião

Às 14h30, o ministro se reunirá com a bancada federal do Maranhão, na Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), na Beira-mar.

A BR-135 é o único acesso terrestre à capital maranhense. Com a duplicação, mais de 1,5 milhão de pessoas na região metropolitana de São Luís são beneficiadas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.