O Mundo | Eleição

Israel libera candidatos de extrema-direita para as eleições de abril

Decisões tomadas pelo Comitê Eleitoral Central proibiu partido árabe de disputar a eleição e serviu para exasperar uma disputa já tensa para a votação de 9 de abril
Reuters08/03/2019

JERUSALÉM - O comitê eleitoral de Israel aprovou a participação de candidatos judeus de extrema-direita acusados por rivais de racismo na eleição do mês que vem, mas desqualificou um partido árabe que o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, disse apoiar o terrorismo.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.