Cidades | Carnaval 2019

Chuva é sinônimo de alegria no Carnaval de São Luís

O Estado esteve presente no Circuito Beira-Mar e na Passarela do Samba, onde centenas de foliões se reuniram para festejar
Emmanuel Menezes / O Estado04/03/2019 às 04h54

Nem a chuva foi capaz de desanimar as centenas de foliões que decidiram pular Carnaval no domingo (3). Em diversos pontos da cidade era capaz encontrar blocos, trios, shows e demais folias que fazem parte do reinado momesco.

Na Passarela do Samba, um dos principais logradouros para quem curte um bom Carnaval, cinco escolas de samba se apresentaram, levando cores e alegria à avenida. A agremiação carnavalesca Terrestre do Samba deu início aos desfiles das escolas, com o samba enredo “Amazônia e busca do El Dorado”. Com quatro carros alegóricos e quase três mil pessoas desfilando, a escola trouxe animais, plantas e até mesmo índios para avenida.

A escola Mocidade Independente da Ilha tornou um ditado popular em samba, “Da Jamaica ao Maranhão: as pedras vão rolar na Mocidade”. Já na madrugada de segunda-feira (4), a Império Serrano trouxe aspectos do catolicismo para dentro da avenida, com o samba enredo “Romarias do Maranhão: um império de fé”.

Fechando a noite na passarela, a Turma de Mangueira, co o desfile “Pelas mentes de u fofão: uma viagem aos antigos carnavais”, e Flor do Samba, com o simples “Viva essa energia”, levaram muita alegria e alto nível à pista, animando todos que lutaram contra a chuva para ver o desfile das escolas.

Desfilando pela primeira vez em sua vida, a estudante de odontologia, Sara Rezende, conta que ficou mais animada ao ver toda a animação das pessoas na arquibancada. “Mesmo com chuva as pessoas não param de gritar nem de dar boas energias. É um sentimento muito legal de estar aqui na pista”, comentou. A jovem fez parte de uma ala da escola Império Serrado, onde outros quatro membros da família também faziam parte.

Beira-Mar

Com o trânsito alterado, a Beira-Mar se tornou um enorme palco para trios elétricos, que fazem o percurso com saída da Praça Maria Aragão em direção ao Terminal de Integração da Praia Grande. Mais de 15 trios fizeram o trajeto, que iniciou às 16h do domingo (3).

Outros quatro palcos estavam espalhados no percurso, levando mais shows a todos os foliões. Ana Graziela, estudante de arquitetura de Fortaleza, revelou surpresa ao se deparar com a enorme estrutura organizada para o Carnaval. “São muitos trios, muitas bandas, muitos artistas. Estou chocada! Com certeza a cidade está me deixando uma boa impressão”, frisou. A expectativa é que 200 mil pessoas passem pelo circuito nos três dias de programação.

Empreendedorismo carnavalesco

As irmãs Nathalia e Helena Mendes decidira aproveitar a folia do Carnaval para conseguir uma graninha extra. “A maioria dos foliões ama um bom vinho. Por estarmos precisando de uma grana a mais, decidimos vender aqui no circuito para conseguir o dinheiro para uma viagem que está marcada para daqui um mês”, disse Nathalia Mendes.

As jovens contaram que em menos de uma hora conseguiram vender todo o estoque de vinho do dia. No total, foram mais de 50 garrafas. “Acho que nós, jovens, temos que parar com besteira ou vergonha de realizar esse tipo de trabalho. Isso é algo que dá um lucro certo e sempre vou voltar a vender”, completou Helena Mendes.

Trânsito alterado

Durante o circuito 2019 há alteração no trânsito e no trajeto dos ônibus. A reordenação executada pela Prefeitura de São Luís, via Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), nos circuitos Madre Deus, Avenida Beira-Mar e na Passarela do Samba, vão vigorar até a quarta-feira de Cinzas (6).

No Circuito Madre Deus a interdição será nas vias de entorno da Vila Gracinha, Praça da Saudade, Largo do Caroçudo e Beco das Minas; Rua do Passeio (trecho compreendido entre a Rua das Cajazeiras e Praça da Saudade); Rua do Norte (trecho compreendido entre a Avenida do Gavião e a Rua das Cajazeiras); Avenida Rui Barbosa (trecho compreendido entre a Avenida do Gavião e Rua Lúcio Mendonça); Rua São Pantaleão (trecho compreendido entre a Rua das Cajazeiras e Rua Lúcio Mendonça).

Na Passarela do Samba a interdição na Avenida Vitorino Freire e Fonte do Bispo vai garantir a realização do Carnaval de passarela em São Luís. De sexta-feira (1º) a terça (5), das 17h às 5h, indo da Fonte do Bispo até a Capela de São Pedro (antiga rotatória do Bacanga). Se ´é interditada apenas a via mais próxima da passarela (sentido Bacanga). O desvio será pela Rua das Cajazeiras e Avenida Guaxembuba.

No circuito Beira-Mar é restringida a circulação de veículos até a terça-feira de Carnaval (5), todos os dias, a partir das 12 horas. São interditados a Ponte Bandeira Tribuzzi e Avenida Camboa. Todos os acessos à Avenida Beira-Mar serão fechados, assim como na Rua Barão de Itapary (acesso à Praça Maria Aragão) e na Rua do Egito com Rua dos Afogados (no acesso à Ponte do São Francisco).

No sentido Beira-Mar pela Praia Grande, a interdição ocorrerá na rampa de acesso ao Palácio dos Leões, e o trânsito será desviado pela Praça Pedro II. No São Francisco, haverá interdição da Avenida Castelo Branco e o trânsito sentido Centro será desviado pela Rua das Paparaúbas seguindo pela Ponte Bandeira Tribuzzi.

Coletivos

Em relação ao transporte coletivo, a SMTT informa que no período de Carnaval 2019 todas as linhas e serviços do Sistema Municipal de Transportes Coletivos deverão operar a partir das 12h do domingo (3) até às 12h de quarta-feira (6) com frota total prevista para os dias de sábado. A frota de apoio dos terminais será a mesma prevista para os dias úteis.

Linhas que operam pela Ponte do São Francisco destino Terminal da Praia Grande e Centro devem desviar pela Rua das Paparaúbas, Ponte Bandeira Tribuzzi, Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

Linhas que operam pela Avenida Getúlio Vargas (Monte Castelo) destino Terminal da Praia Grande devem passar pela Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

Linhas que operam pela Ponte Ponte Bandeira Tribuzzi, devem desviar Camboa, Avenida Venceslau Brás, Deodoro, Rua da Paz, Avenida Magalhães de Almeida, Anel Viário e segue itinerário normal.

Linhas que operam pela Avenida Beira Mar sentido Bacanga/Areinha/Avenida dos Africanos, devem desviar na Fonte do Bispo, Rua das Cajazeiras, Avenida Guaxenduba, Areinha e segue itinerário normal.

Sobre a Passarela

A Passarela do Samba é um dos principais pontos de concentração dos foliões. Os ingressos podem ser trocados na bilheteria por um quilo de alimento não perecível, todos os dias a partir das 16h. As frisas e camarotes foram vendidos antecipadamente.

Ao todo, a Passarela tem 21 camarotes para 20 pessoas cada; camarote institucional para 120 pessoas; 27 cabines de jurados; área com acessibilidade destinada para pessoas com deficiências e pessoas com mobilidade reduzida, idosos e gestantes com capacidade para 500 pessoas por dia; 15 frisas para 20 pessoas em cada, para os foliões que desejarem ficar mais perto das agremiações durante o desfile próximos da área de pista; e ainda seis arquibancadas com cerca de três mil lugares. São 200 metros de pista e capacidade de público de 25 mil pessoas, em cinco dias de evento. Além de quem assiste, desfilam pelo sambódromo cerca de 200 mil pessoas, divididos em aproximadamente 150 apresentações.

Pela primeira vez, a Passarela do Samba contará com monitores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras). Iniciativas que resultaram de um diálogo da Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), Governo do Estado e os Comitê Gestor Estadual de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência e o Comitê Municipal de Valorização da Pessoa Idosa (CVPI), possibilitarão, por exemplo, o transporte de cadeirantes até a passarela durante todos os dias da folia momesca, além de espaço preferencial. Essas e outras ações e serviços durante o Carnaval de São Luís 2019 reforçam o trabalho realizado pela Prefeitura para promover a acessibilidade e a inclusão social na capital. O carnaval da passarela é promovido pela Prefeitura em parceria com o Governo do Estado.

Além do transporte, outros serviços serão oferecidos às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida como o espaço preferencial para até 500 pessoas, que receberá além de pessoas com deficiências e pessoas com mobilidade reduzida, idosos e gestantes. A troca das pulseiras de acesso por um quilo de alimento não perecível será realizada durante os dias de programação da Passarela do Samba, a partir das 16h, em bilheteria também acessível, com guichê exclusivo. Também será oferecido estacionamento prioritário, intérpretes de Libra e banheiros químicos acessíveis nas proximidades do camarote reservado.

Toda a passarela estará acessível com calçamento nivelado e sinalização. Como parte das ações haverá, ainda, uma sensibilização sobre acessibilidade para as equipes que trabalharão durante o evento. Também será desenvolvida uma campanha de divulgação nas redes sociais para informar ao público que os serviços estarão disponíveis.

Programação para segunda-feira (4)

Madre Deus - Praça da Saudade

18h-Bloco Tradicional Os Guardiões

19h-Bloco Alternativo Ritmistas Da Madre Deus

20h-Bloco Tradicional Vinagreira Show

21h-Bloco Tradicional Companhia Do Ritmo

22h-Show Banda Marabatuque

23h-Show Embala Brasil

Vila Gracinha

18h-Bloco Tradicional Dragões Da Liberdade

19h-Bloco Tradicional Os Gigantes

20h-Bloco Alternativo Jumento Em Pé

21h-Bloco Tradicional Renovação Do Ritmo

22h-Bloco Tradicional Os Inacreditáveis

23h-Show Erasmo Dibel

Beco Do Gavião

18h-Grupo Xodó De Mãe

19h-Bloco Alternativo Lírio Do Amor

20h-Bloco Alternativo Banda Da Verdura

21h-Bloco Alternativo Toa Toa

22h-Bloco Do Samba

23h-Bloco Alternativo Pro Alcool

Casa Das Minas

18h- Bloco Alternativo Vinagreira Do Samba

19h- Bloco Alternativo Rio Grande Folia

20h- Bloco Tradicional Diplomaticos

21h- Bloco Tradicional Os Trapalhões

22h- Bloco Tradicional Gaviões Do Ritmo

23h- Show Anastacia Lia

Largo Do Carroçudo – Tenda Do Tambor

18h- Tambor De Crioula Nossa Senhora Do Amparo Do Coroadinho

19h- Tambor De Crioula Do Laborarte

20h- Tambor De Crioula Proteção De São Benedito De Julião

21h- Tambor De Crioula Um Canto De Amor A São Luís

22h- Tambor De Crioula Brincantes De São Luis De Isabel

Largo Do Caroçudo – Palco Samba 1

18h- Grupo Som Brasil

19h- Samba Da Feirinha

20h- Divina Batucada

Largo Do Caroçudo – Palco Samba 2

18h- Filhos De Iaia

19h- Sambadiando

20h- Grupo Magia

Ceprama

17h-Bloco Tradicional Os Baratas

18h-Bloco Tradicional Reis Da Liberdade

18h30-Bloco Tradcional Os Vampiros

19h-Bloco Tradicional Tropicais Do Ritmo

Praça Manoel Beckman

17h-Banda Carrossel Encantado

18h-Histórias De Minha Terra

19h-Banda Unidunitê

Circuito Beira-Mar

16h-Show Makina Du Tempo

17h-Bloco Do Criolina

17h30-Trio Bicho Terra

18h30-Trio To Com Jhon

19h -TRIO Samba Ceuma

19h30-Trio Sindicato Do Samba

20h-Trio Samba Di Rua

20h30-Trio Mixiricu

21h-Trio 24 X 48

21h30-Trio Vagabundos Do Jegue

22h-Trio Da Tribo/Apoteose

22h30-Trio Vamu Di Samba

Passarela Do Samba (Anel Viário)

18h – Apresentações De Tambor De Crioula Na Tenda Do Tambor

Desfile Dos Blocos Organizados

18h30 Às 18h45 – Beatos Do Samba

18h50 Às 19h05 – Unidos Do Porto Grande

19h10 Às 19h25 – Unidos Da Vila Isabel

19h30 Às 19h45 – Os Liberais

19h50 Às 20h05 – Turma Do Saco

Desfile Das Turmas De Samba

20h30 Às 20h50 – Ritmistas De São José De Ribamar

20h55 Às 21h15 – Ritmistas Da Madre Deus

Desfile Das Escolas De Samba

22h00 Às 23h00 – Unidos De Fátima

23h10 Às 00h10 – Túnel Do Sacavém

00h20 Às 01h20 – Turma Do Quinto

01h30 Às 02h30 – Favela Do Samba

02h40 Às 03h40 – Marambaia

Galeria de fotos

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.