Geral | Reforma da Previdência

Maia diz que PEC só deve tramitar após envio da proposta para militares

Presidente da Câmara disse que as mudanças no BPC, incluídas na PEC da reforma da Previdência, podem ser risco à aprovação da medida no Congresso
26/02/2019

SÃO PAULO - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodri­go Maia (DEM-RJ), dis­se ontem que já avisou o governo do presidente Jair Bolsonaro que será muito difícil a PEC da Previdência tramitar até o envio do projeto de lei sobre a reforma previdenciária dos militares.
Maia ressaltou, em evento da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do jornal Folha de S.Paulo, ter se comprometido com o Palácio do Planalto a não pautar a reforma dos militares antes da votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) da Previdência.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte