Polícia | Instrução

Acusados da morte de crianças vão ser interrogados em Santa Inês

Audiência de instrução vai ocorrer no fórum de Santa Inês; as vítimas foram mortas durante tiroteio promovido em plena na praça Cantor Evaldo Cardoso
Ismael Araújo26/02/2019

SANTA INÊS - O Poder Judiciário marcou para esta terça-feira, 26, a audiência de instrução de Leandro Santos Rodrigues, de 23 anos, e Danilo Cutrim Lima, de 28 anos, no fórum de Santa Inês. Eles são acusados da morte de Jhoniel Ribeiro Rodrigues, de 7 anos, e Vitor Gabriel Rodrigues, de 8 anos, em plena praça Cantor Evaldo Cardoso, no bairro da Vila Adelaide Cabral, em Santa Inês. A polícia informou que as crianças foram mortas durante um tiroteio, ocorrido no dia 22 de outubro do ano passado. O alvo seria o ex-presidiário Raimundo Wallyson Sousa Félix, o Gordinho, de 19 anos.

Na audiência serão ouvidos os acusados e as testemunhas de defesa e acusação. Logo depois vai ocorrer a outra etapa do processo que é as alegações finais do advogado de defesa e do Ministério Público. Somente depois desse procedimento é que a Justiça vai decidir se os acusados irão a Júri Popular.

O inquérito policial sobre esse caso foi instaurado pela equipe da Delegacia Regional de Santa Inês, coordenado pelo delegado Éderson Martins. Ele declarou que ainda no dia do crime foi preso Leandro Santos Rodrigues, de 23 anos, suspeito de ter conduzido o veículo Saveiro vermelho, de placas NMS 1557, utilizado na fuga dos criminosos. Na manhã do dia seguinte, a polícia também prendeu Gordinho que estava portando uma arma de fogo. Esse criminoso estava utilizando tornozeleira eletrônica já que responde pelos crimes roubo e tráfico de droga.

Também nesse dia foi detido o irmão de Leandro, identificado como Lailton Santos, acusado de ter fornecido as munições para Danilo Cutrim realizar esse tiroteio na cidade de Santa Inês. Já Danilo Cutrim foi preso na capital já que pretendia fugir para o Paraguai.

Tiroteio

O delegado Éderson Martins informou que esse tiroteio foi motivado devido Gordinho, no dia 17 de outubro do ano passado, ter assaltado a residência de Leandro Santos. Na noite do dia 22, Leandro Santos em companhia de Danilo Cutrim foram até a praça Evaldo Cardoso e no local, Danilo Cutrim efetuou vários disparos com o objetivo executar Gordinho, que conseguiu fugir do local sem ser ferido.

No momento houve muita correria e tumulto. As duas crianças, atingidas no abdômen, e o adolescente ferido foram levados de motocicletas para o Hospital Tomaz Martins, localizado nessa cidade. Jhonnyel Ribeiro chegou sem vida. A outra criança ainda chegou a ser submetida a tratamento cirúrgico, mas veio a falecer. Já a terceira vítima foi medicada e, logo após, teve alta médica.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte