Política | FALECIMENTO

Autoridades manifestam nota de pesar por falecimento de Robert Lobato

Prefeito de São Luís, Edivaldo Júnior, além de deputados e senadores emitiram nota de pesar por meio das redes sociais pela morte do blogueiro ocorrida no fim da tarde do domingo, 24
25/02/2019 às 09h33
Autoridades manifestam nota de pesar por falecimento de Robert LobatoO senador Roberto Rocha se manifestou nas redes sociais. (Divulgação)

MARANHÃO - Nas últimas horas, entidades e autoridades públicas manifestaram pesar com o falecimento do assessor político e blogueiro, Robert Lobato, registrado no fim da tarde de ontem, 24. Em todas as manifestações, a exposição de respeito ao trabalho de Lobato.

Em nota de pesar, a Câmara de São Luís "externou profunda tristeza e manifestou tristeza com o falecimento". A Casa, de acordo com o presidente da Mesa Diretora, Osmar Filho (PDT), reconheceu o trabalho bem-sucedido realizado por Robert Lobato ao longo dos anos.

O senador Roberto Rocha (PSDB), que era assessorado por Lobato, também expressou comoção. De acordo com Rocha, foi-se um "amigo". Ele desejou força aos amigos e familiares.

Outros nomes como a também senadora Eliziane Gama (PPS) e o deputado federal, Márcio Jerry (PCdoB), que não comungavam com as mesmas opiniões políticas do blogueiro, também demonstraram solidariedade. O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), também usou as redes sociais para expressar "tristeza profunda" com a morte de Lobato.

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) também emitiu nota de pesar pelo falecimento de Lobato. "Foi com profunda tristeza e dor que recebi a morte do jornalista, blogueiro e articulista político, Robert Lobato.Na última sexta-feira tivemos um ótimo bate papo sobre política num restaurante. Vou guardar esses momentos na memória", disse o parlamentar.

Até a postagem desta reportagem, O Estado não registrou e não recebeu nenhuma manifestação pública do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), sobre a morte do assessor político.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte