Política | Silêncio

Um mês depois, SES silencia sobre seletivo para diretores

Por enquanto,o setor não informou a nova data de inscrições
Equipe de política de O Estado13/02/2019 às 10h17
Um mês depois, SES silencia sobre seletivo para diretoresCarlos Lula, Secretaria de Estado da Saúde. (Divulgação)

SÃO LUÍS - Após um mês do seletivo para diretores de unidades de saúde, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) até o momento não se pronunciou sobre a resolução do concurso, divulgado pela pasta. No dia 10 do mês passado, o certame foi suspenso pois, de acordo com a SES, "um ataque cibernético" prejudicou a validade das inscrições.

Ainda de acordo com a pasta, em nota, uma investigação seria realizada para apurar as responsabilidades. O Estado encaminhou, nas últimas semanas, pedidos de resposta à SES sobre o assunto e nenhuma resposta foi repassada. O secretário gestor Carlos Lula também não se manifestou.

Por enquanto,o setor não informou a nova data de inscrições.

NOTA DA SES DO DIA 10 DE JANEIRO DESTE ANO

"A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que, em razão de um ataque cibernético sofrido pelo sistema de inscrições, que comprometeu a segurança dos dados, o Processo Seletivo para cargo de diretor administrativo de unidades de saúde da rede estadual foi anulado.

Além da anulação do certame, a SES encaminhou à Polícia Civil todas as informações para instauração do devido Inquérito Policial e demais providências cabíveis para apuração da criminosa tentativa de corromper o Processo Seletivo.

A tentativa de fraude se deu, a princípio, por meio da inscrição maciça de pessoas fictícias, cujo número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) aponta como inexistente. Nos últimos quatro anos, a Secretaria realizou concursos e seletivos para contratação de profissionais da saúde sem nenhum registro de tentativa de fraude.

A reabertura do certame e a nova data para inscrições, com um novo sistema que garanta maior segurança aos dados cadastrados pelos concorrentes, serão divulgadas o mais breve possível."

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte