O Mundo | Jornalista

ONU diz que assassinato de Khashoggi foi ''planejado e perpetrado''

Jornalista saudita foi morto em outubro no consulado do seu país em Istambul; ele era crítico da monarquia saudita
08/02/2019

NOVA YORK - Especialistas da ONU que investigam a morte do jornalista saudita Jamal Khashoggi, em 2 de outubro no consulado do seu país em Istambul, afirma que evidências indicam que ele foi "vítima de um brutal e premeditado assassinato, planejado e perpetrado por funcionários do Estado da Arábia Saudita".

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.