O Mundo | Venezuela

Maioria dos países da União Europeia reconhece Guaidó

Governos atribuem a presidente da Assembleia Nacional legitimidade para organizar eleições o mais rápido possível e apoiam grupo de contato para promover negociações; Donald Trump disse que uma intervenção militar é "uma opção" para a crise
05/02/2019

MADRI - Encerrado domingo( 3) o ultimato dado por países europeus para o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, admitir a organização de novas eleições presidenciais no país. Dezessete dos 28 estados-membros da União Europeia reconheceram, ontem (4), o opositor Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. A Espanha foi o primeiro país a oficializar o apoio ao líder da Assembleia Nacional venezuelana, seguida por Reino Unido, Suécia, Dinamarca, França, Áustria, Alemanha, Portugal, Polônia, Letônia, Lituânia, Finlândia, Holanda, Bélgica, Estônia, Luxemburgo e República Tcheca.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.