Geral | Violência

Assassinatos de mulheres no Brasil em 2019 preocupa CIDH

De acordo com a Comissão Interamericana de Direitos Humanos, 126 mulheres foram mortas em razão de seu gênero no país desde o início do ano, além do registro de 67 tentativas de homicídio; entidade alerta para o aumento dos riscos enfrentados por mulheres
05/02/2019

BRASÍLIA - ​A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) manifestou, por meio de nota publicada ontem (4), preocupação quanto à elevada incidência de assassinatos de mulheres no Brasil no início deste ano. Segundo a comissão, 126 mulheres foram mortas em razão de seu gênero no país desde o início do ano, além do registro de 67 tentativas de homicídio.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte