Polícia | Ativista social

Morre Sabrina Bittencourt, que denunciou João de Deus

Era mãe de três filhos e deixou carta com as razões para tirar a própria vida, segundo informou ONG da qual ela fazia parte
04/02/2019

RIO - Morreu na noite deste sábado a ativista Sabrina Bittencourt, que ajudou a reunir mulheres para denunciar os abusos sexuais cometidos contra elas pelo médium João de Deus. De acordo com um comunicado da ONG Vítimas Unidas, com a qual Sabrina atuava, informou que a militante de 38 anos e mãe de três filhos cometeu suicídio.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.