Política | Caso Queiroz

Senador maranhense defende Jair Bolsonaro no caso envolvendo filho do presidente

“Agora pedem que ele [Bolsonaro] jogue o filho ao mar para não comprometer a embarcação do governo”, afirmou Bolsonaro.
O Estado24/01/2019 às 18h03
Senador maranhense defende Jair Bolsonaro no caso envolvendo filho do presidente Senador saiu em defesa de presidente (Roberto Rocha)

O senador maranhense Roberto Rocha (PSDB) afirmou ao site O Antagonista que o presidente Jair Bolsonaro não deveria ceder às pressões em relação ao seu filho, o senador eleito Flávio Bolsonaro. Para Roberto Rocha, enquanto pai, deveria sustentar a presunção de inocência do filho até a última instância.

Flávio Bolsonaro vem sendo alvo de inúmeras denúncias na imprensa nos últimos dias. A mais conhecida diz respeito ao caso Coaf, envolvendo o ex-assessor do parlamentar, Fabrício Queiroz.

“Ele foi levado do remanso da política de efeitos retóricos e morais para o alto mar da política real, onde até o silêncio tem significados”, disse Rocha.

O tucano critica os aliados do presidente que pedem afastamento dele do filho, Flávio Bolsonaro.
“Agora pedem que ele [Bolsonaro] jogue o filho ao mar para não comprometer a embarcação do governo”, afirmou o tucano.

Para Roberto, Jair Bolsonaro deve sustentar a presunção de inocência do filho até a última instância. “Sem entrar no mérito do caso, creio que lhe cabe, como pai, sustentar a presunção de inocência do filho. Não do político, ou do senador, mas do próprio filho. Não por princípio jurídico, mas pelo valor sagrado da confiança entre pai e filho”, finalizou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte