Alternativo | Poesia

Sementes e Frutos

Em sua nova obra, “Matadouro de Vozes”, o premiado maranhense Ronaldo Costa Fernandes confirma sua vigorosa veia de poeta
Antonio Carlos Secchin / poeta, ensaísta e crítico literário brasileiro23/01/2019

SÃO LUÍS- Trama-se num desalento crônico a tensa e densa poesia de “Matadouro de vozes”, mais recente obra poética de Ronaldo Costa Fernandes, cuja trajetória de ficcionista, contemplado com alguns dos mais importantes prêmios nacionais (e o internacional, da Casa de las Américas) vem cedendo espaço à sua vigorosa veia do poeta.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte