Polícia | Fatalidade

Policial Militar morre em acidente de trânsito na Via Expressa

Ricardo Gomes Moreira trafegava em uma moto de placas PSZ 9581 e colidiu com um veículo estilo montana; A moto ficou danificada e a arma, destruída
Daniel Júnior 12/01/2019
Policial Militar morre em acidente de trânsito na Via ExpressaPolicial militar Ricardo Gomes Moreira (detalhe) morreu ontem em acidente na Via Expressa em São Luís (De Jesus / O ESTADO)

São Luís – Um policial militar identificado como Ricardo Gomes Moreira, que atuava no canil do Batalhão de Choque, morreu após se envolver em um acidente de trânsito durante a tarde de ontem, na Via Expressa, em São Luís. Ricardo trafegava em uma moto de placas PSZ 9581 e colidiu com um veículo estilo montana. A moto ficou danificada e a arma, destruída. A fatalidade será investigada.

De acordo com testemunhas, Ricardo Gomes Moreira foi arremessado da moto e caiu em via pública. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas o policial veio a óbito no local. Uma viatura da Polícia Militar também esteve no local. O corpo de Ricardo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), no Bacanga, na capital maranhense.

Com mais esse caso, sete pessoas já morreram neste mês vítimas de acidentes de trânsito na Grande São Luís, região composta por São Luís, São José de Ribamar, Raposa e Paço do Lumiar, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA). Três desses acidentes foram caracterizados como atropelamento e quatro como colisão. Do total de acidentes, seis foram registrados na capital, nos bairros: Via Expressa, Turu, Maracanã, Forquilha, Camboa e no Centro. Um aconteceu em São José de Ribamar, no bairro Pindaí.

Crime:

Acidentes de trânsito com morte são considerados homicídios culposos, o que significa dizer que é quando não há intenção de matar. As causas do homicídio culposo são norteadas pela negligência, imprudência ou imperícia (ausência de experiência, sem habilidades para tal ação).

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte