Polícia | abuso sexual

Idoso é preso suspeito de abusar criança em Zé Doca

Osiel Manga Rosa, de 74 anos, foi flagrado pelo pai da vítima no momento que consumava o ato; Tanto ele, como a menina estavam sem roupa, segundo a polícia.
Daniel Júnior 11/01/2019

Zé Doca – O idoso Osiel Manga Rosa, de 74 anos, foi preso em Zé Doca, a 174 quilômetros de São Luís, suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 07 anos de idade. De acordo com informações da polícia, Osiel foi flagrado pelo pai da criança no momento que consumava o ato. Tanto ele, como a menina estavam sem roupas. A prisão ocorreu na última quarta-feira, 09.

Ainda conforme a polícia, o pai falou em depoimento que sua filha saiu para comprar cheiro verde em uma mercearia perto de casa, onde Osiel atendia os clientes. Como a menina demorou a voltar, ele [pai] decidiu ir até o estabelecimento e se deparou com uma cena suspeita. “O pai flagrou tanto a criança sem as vestes, quanto o seu Osiel também nu. Ele alertou, teve uma discussão e chamou a polícia”, relatou o delegado regional de Zé Doca, Jader Alves.

Segundo o delegado Jader Alves, há histórias em que Osiel é citado por tentar abusar de menores, porém o idoso nunca foi preso. Diante do caso, a Polícia Civil pediu que a menina fosse levada ao hospital para fazer o exame de conjunção carnal.

“Mediante das informações médicas e dos indícios que chegaram a mim, autuamos o seu Osiel Manga Rosa pelo crime do artigo 217-a, que é o estupro de vulnerável”, finalizou o delegado Jader.

Mais casos

No último dia 09 de dezembro indivíduo identificado como Assueres Pessoa da Silva, de 25 anos, foi preso, por meio de um mandado de prisão preventiva, também, por suspeita de crime de estupro de vulnerável. De acordo com a polícia, Assueres é suspeito de ter tido relações sexuais com uma criança de 11 anos de idade, filha de um casal o qual ele convivia como se fosse da família.

O mandado de prisão foi expedido pela Comarca de Pedreiras, após representação da Polícia Civil na cidade. A prisão ocorreu por meio da Delegacia de Barra do Corda.

Procurado

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) instaurou um inquérito para investigar um caso suspeito de pedofilia registrado, por meio de um vídeo, em uma residência no bairro da Vila Flamengo, em São José de Ribamar, na Grande São Luís. Nas imagens, é possível vê um idoso abusando sexualmente de uma menina. O vídeo começou a circular nas redes sociais no início deste mês.

De acordo com informações da DPCA, a menina realizou exames para com confirmar se o ato foi consumado e há quanto tempo ocorria a situação. O flagrante foi feito por uma pessoa que preferiu não se identificar. De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu no último sábado, 5, e parentes da vítima denunciaram o caso na DPCA.

Denúncias

As denúncias de abuso sexual contra menores de idade podem ser realizadas em São Luís e no interior do Estado, por meio do telefone Disque 100 – uma plataforma que funciona 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações podem ser feitas de todos os municípios por meio de discagem gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou móvel (celular).

Na capital maranhense, as denúncias também podem ser formalizadas presencialmente na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DP CA), na Rua Coelho Neto, no Centro, próximo à Praça Maria Aragão.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.