Polícia | Violência

Sargento reformado da PMMA é vítima de latrocínio em Imperatriz

Crime ocorreu ontem no bairro Maranhão Novo; sargento reagiu a um assalto e chegou a entrar em luta corporal com os criminosos, mas foi baleado
Daniel Júnior 04/01/2019
Sargento reformado da PMMA é vítima de latrocínio em ImperatrizJoselito Fernando Marinho morto ontem em assalto em Imperatriz (Divulgação)

IMPERATRIZ - O sargento reformado da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), Joselito Fernando Marinho, o sargento Marinho, como era conhecido, foi morto a tiros na tarde de ontem, no bairro Maranhão Novo, em Imperatriz, a 626 km de São Luís. O crime ocorreu em frente ao condomínio Copacabana. Até o fechamento desta página, os criminosos não haviam sido presos.

De acordo com informações da Polícia Militar, o sargento Marinho teria sido vítima de latrocínio, crime caracterizado pelo roubo ou tentativa de roubo seguida de morte. O militar estava saindo de um banco onde fizera um saque para a empresa onde trabalhava como motorista. Ele foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta que anunciaram um assalto.

Ainda conforme a polícia, o sargento acabou reagindo a ação criminosos e travou uma luta corporal com os criminosos e acabou baleado e morrendo no local. Após terem matado o policial, os bandidos teriam levado cerca de R$ 30 mil e a pistola do PM que foi abandonada próximo ao local do crime. O corpo do sargento foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz, para a autópsia.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte