Geral | DECLARAÇÃO

Bruna Linzmeyer diz que perdeu contratos, mas teve oportunidades por ser lésbica

A atriz fala sobre sua carreira e ativismo
Estadão Conteúdo03/01/2019 às 10h29
Bruna Linzmeyer diz que perdeu contratos, mas teve oportunidades por ser lésbicaBruna Linzmeyer, atriz (Divulgação)

BRASIL - Bruna Linzmeyer é a personagem principal da edição de janeiro da revista Marie Claire. "Muito contente de começar esse ano de braços abertos na grama e no sol e na capa", escreveu no Instagram. Em entrevista à publicação, a atriz fala sobre sua carreira e ativismo.

"Claro que perdi contratos por me assumir lésbica, mas também ganhei novas oportunidades. E claro que fiquei assustada, principalmente porque tinha um apartamento para pagar e meus pais não são ricos, pelo contrário. Mas não tive muita escolha. Ou me assumia e vivia a minha vida, ou tinha um câncer, tinha depressão. Adoecia. A minha sorte é que, por outro lado, me posicionar aproximou de mim marcas que pensam como eu, que acreditam que o exercício da liberdade é valioso", disse.

A atriz deixa os pelos das axilas à mostra nas fotos para a revista. "Se não falamos sobre elas, não viram uma questão a ser debatida. É aí que quero chegar. Me depilei durante muito tempo. Ter pelos já foi estranho para mim. Hoje, acho estranho uma mulher não os ter. E mais: acho sexy quando uma mulher tem e acho sexy em mim."

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte