Esporte | Copa do Mundo Rússia 2018

Retrospectiva: A campeã eficiente e sem brilho e um mundial tático

A Copa do Mundo na Rússia, se não foi brilhante tecnicamente, mostrou ao mundo inovações táticas e a vitória da precisão francesa
02/01/2019

O ano de 2018 foi marcado pela realização de mais uma edição da Copa do Mundo. Neste ano, o torneio foi realizado na Rússia com mais surpresas negativas do que positivas. A seleção da França foi a grande vencedora da competição e, se não chegou a ser brilhante, mostrou eficiência em todas as fases do Campeonato Mundial. O atacante Mbappé foi o jogador mais jovem a marcar em uma final desde que Pelé marcou contra a Suécia em 1958. Ele também foi eleito a revelação do torneio.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.