Polícia | Investigação

Senegalês é preso em São Luís suspeito de contrabando

Com Cheikh Wagner, de 36 anos, a polícia apreendeu 118 fardos de lona, que embalavam diversos pares de tênis supostamente falsificados; Caso está com a PF
Daniel Júnior 01/01/2019
Senegalês Chikn Wagner preso na Estiva com contrabando

SÃO LUÍS - Natural do Senegal, país africano, Cheikh Wagner, de 36 anos, foi preso suspeito de contrabando, no bairro da Estiva, em São Luís, no último domingo, dia 30. Com o senegalês, a polícia apreendeu 118 fardos de lona, que embalava diversos pares de tênis supostamente falsificados. Toda a mercadoria estava dentro de uma van, que foi revistada durante uma barreira da Polícia Militar.

Material apreendido com o senagalês em Estiva

O suspeito foi levado a uma delegacia de Polícia Civil e posteriormente encaminhado a uma unidade da Polícia Federal. Cheikh Wagner reside no Brasil desde 16 de abril de 2014, como consta em sua cédula de identidade estrangeira.

O que diz o Código Penal sobre contrabando:

Art. 334-A. Importar ou exportar mercadoria proibida:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos.

§1º Incorre na mesma pena quem:

I – pratica fato assimilado, em lei especial, a contrabando;

II – importa ou exporta clandestinamente mercadoria que dependa de registro, análise ou autorização de órgão público competente;

III – reinsere no território nacional mercadoria brasileira destinada à exportação;

IV – vende, expõe à venda, mantém em depósito ou, de qualquer forma, utiliza em proveito próprio ou alheio, no exercício de atividade comercial ou industrial, mercadoria proibida pela lei brasileira;

V – adquire, recebe ou oculta, em proveito próprio ou alheio, no exercício de atividade comercial ou industrial, mercadoria proibida pela lei brasileira.

§2º – Equipara-se às atividades comerciais, para os efeitos deste artigo, qualquer forma de comércio irregular ou clandestino de mercadorias estrangeiras, inclusive o exercido em residências.

§3º A pena aplica-se em dobro se o crime de contrabando é praticado em transporte aéreo, marítimo ou fluvial.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.