Economia | Financiamento em energia

BNDES aprova crédito para a Equatorial investir na Cemar

Recursos serão aplicados pela empresa em atualização tecnológica, contenção de perdas comerciais, atendimento ao crescimento da base de clientes, expansão do sistema e melhoria da operação e da qualidade do serviço prestado
29/12/2018

Do total de R$ 7,6 bilhões relativos a 10 operações de créditos aprovadas este mês pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para investimentos em distribuição de energia elétrica nos estados de Pernambuco, Maranhão, Bahia, Pará, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul, o montante de R$ 2,56 bilhões será destinado a dois financiamentos para o grupo Equatorial Energia.
O investimento do grupo Equatorial Energia visa à implantação do plano de investimentos das distribuidoras Centrais Elétricas do Pará S.A. (Celpa) e Companhia Energética do Maranhão (Cemar) no triênio 2018-2020. Desse modo, os recursos serão aplicados em atualização tecnológica, contenção de perdas comerciais, atendimento ao crescimento da base de clientes, expansão do sistema e melhoria da operação e da qualidade do serviço prestado.
Os investimentos em tecnologia contemplam aquisição de hardware e software. Já o programa de contenção de perdas prevê fiscalização e regularização de consumidores e substituição de equipamentos de medição defeituosos ou fraudados.
Segundo informações do BNDES, para atender ao crescimento da base de clientes e proporcionar mais qualidade nas ligações, tanto a Cemar quanto a Celpa investirão na ampliação da rede de distribuição e na adequação de carga e tensão.
Novas subestações e linhas de transmissão serão construídas para expandir o sistema, que, no caso da Celpa, receberá também melhorias operacionais, com investimentos em georreferenciamento e automação - itens nos quais a Cemar já investiu recursos financeiros nos últimos anos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte