Cidades | Reforço

Centro de São Luís tem policiamento reforçado este mês

Com o aumento do fluxo de pessoas na Rua Grande, uma das principais áreas comerciais de São Luís, equipes da PM realizarão operações constantes
Emmanuel Menezes / O Estado11/12/2018
Centro de São Luís tem policiamento reforçado este mêsPoliciamento já foi reforçado para garantir tranquilidade nas compras de fim de ano na Rua Grande e adjacências (policiamento Natal)

Para evitar o estresse do consumidor que fica à mercê de roubos e furtos, o centro de São Luís começou a receber reforço policial devido ao comércio que começa a ficar mais movimentado com a proximidade do período natalino e as compras de fim de ano.

Segundo o coronel Pedro Ribeiro, subcomandante-geral da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), 120 policiais estão a postos na região central da cidade, com objetivo de reforçar a segurança do local, divididos nos turnos manhã e tarde. Quatro viaturas também estão dispostas estrategicamente na região.

O principal foco da ação de Natal é a Rua Grande, maior centro de comércio popular da Ilha, por onde passam cerca de 110 mil pessoas todos os dias. Neste período das festas, o número pode ultrapassar 180 mil. “Nossa ação está se concentrando na Rua Grande e Mercado Central, apesar de termos grupos policiais que se mantêm em torno das outras partes do Centro, bem como nas demais áreas comerciais de São Luís, como o João Paulo”, diz o coronel.

O Comando de Policiamento de Área Metropolitana 1 - CPAM 1 coordena as ações de policiamento dos Batalhões da Capital que são o 8o BPM, 9o BPM, 20º BPM, além da Unidade de Segurança Comunitária (USC) e da Companhia de Polícia de Guardas (CPGD). “A Operação Natal Feliz traz reforço de policiais recém-formados, distribuídos a pé, em motos e também viaturas. Além da Rua Grande e João Paulo os bairros do Cohatrac e Cohab também estão recebendo apoio”, explica o coronel Alexandre Francisco, comandante do Policiamento da Área Metropolitana 1.

O maior fluxo de pessoas na região chama a atenção de criminosos, que buscam tanto os clientes como lojas que apresentem vulnerabilidade. “É muito bom saber que o há reforço policial aqui, principalmente quando o número de pessoas é maior. Como vendedora eu me sinto mais segura”, comenta Shirley Damasceno, vendedora em uma loja de roupas da Rua Grande.

Além do comércio formal, a área reúne cerca de 2 mil vendedores informais. Mesmo com os transtornos causados pelas obras de revitalização da Rua Grande, os ambulantes se mantêm atraindo grande número de consumidores em busca de produtos, presentes, dentre outros artigos.

O policiamento é preventivo e ostensivo, trabalhando em rondas e atendimento de ocorrências, bem como equipes de policiais de patrulhamento em motos e os seus GTMs (Grupos Táticos Móvel), que são responsáveis por ações para resolução de ocorrências de maior vulto. Apesar de nenhum registro ter sido confirmado até o momento, o número de furtos, roubos e arrombamentos deve sofrer alteração até o final do mês.

SAIBA MAIS

Fique de olho
Algumas medidas de segurança são sempre bem-vindas se adotadas por nós, clientes. Confira algumas dicas que podem evitar estresse por roubos ou furtos na região.
- Não vá às compras com grandes quantias em dinheiro; priorize o uso de cartões;
- Não porte objetos de valor, como joias;
- Não deixe celular e carteira à mostra;
- Evite andar com documentos que não for utilizar;
- Em caso de perda ou extravio de documentos, comunique imediatamente à polícia;
- Procure não andar em ruas, becos, avenidas desertas e locais com muita vegetação, principalmente à noite;
- Em caso de assalto, não reaja e informe à polícia.

TURISMO

Para garantir a segurança de toda a região, equipes do Batalhão de Turismo da Polícia Militar (BPTur), comandadas pelo coronel José Maria Honório de Carvalho, estão realizando o patrulhamento com 100 policiais na região do Centro Histórico, onde uma programação de Natal marca o mês de dezembro.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte