Polícia | Empreitada criminosa

Oito policiais foram presos em novembro no Maranhão

Entre os detidos estão delegado, investigador, soldado e bombeiro militar, acusados de cometerem diversos tipos de crime como roubo, associação criminosa e homicídio
Ismael Araújo01/12/2018

SÃO LUÍS - Oito profissionais da área de Segurança Pública foram presos em novembro deste ano no estado, acusados de cometerem ações criminosas. Segundo a Polícia Civil, são acusados dos mais diversos crimes como organização criminosa, furto, roubo, homicídio e até mesmo pistolagem. Um dos casos foi a prisão do ex-superintendente estadual de Investigações Criminais (Seic), delegado Thiago Mattos Bardal, e do investigador da Polícia Civil João Batista de Sousa, durante a operação Jogo Duplo, realizada na última quarta-feira, na Região Metropolitana de São Luís.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.