Cidades | Destaque cultural

Arte moderna em murais de Antônio Almeida: do auge e ao ostracismo

Além do gigantesco mural no prédio do antigo BEM, restos de sua arte e alguns rabiscos ainda existentes em imóveis públicos e particulares; o trabalho e o talento de um dos nomes mais importantes para a arte no estado do Maranhão
Thiago Bastos / O Estado 24/11/2018

Entre murais perdidos e rabiscos ainda existentes em prédios públicos e particulares, é possível ver o trabalho e o talento de um dos nomes mais importantes para a arte no estado do Maranhão. Nascido em Barra do Corda em 27 de maio de 1922, Antônio Alves Almeida - praticamente um autodidata - era desses homens que, se fosse europeu, seria conhecido em todo o mundo. Com trabalhos reconhecidamente únicos, Almeida - cuja morte completará 10 anos no próximo mês de janeiro - é o destaque no trabalho de elaboração de murais na capital. Outros nomes como Rosilan Garrido, Airton Marinho e Edson Mondego também não podem ser esquecidos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte