Cidades | CONSCIÊNCIA NEGRA

Dia da Consciência Negra é lembrado em São Luís

Data é celebrada como feriado pela primeira vez no estado; idealizador do Dia Nacional da Consciência Negra foi o poeta e professor gaúcho Oliveira Silveira; além da programação especial, comércio e serviços públicos terão alterações
MONALISA BENAVENUTO20/11/2018
Dia da Consciência Negra  é lembrado em São LuísDAta celebra consciência da comunidade negra sobre seu valor e sua contribuição ao país (consciencia negra)

Celebrado hoje (20), o Dia da Consciência Negra representa o reconhecimento ao povo negro e suas lutas na imagem de Zumbi dos Palmares, um símbolo de resistência na luta contra a escravidão. Este ano, pela primeira vez, a data faz parte do calendário de feriados do Maranhão e contará com eventos alusivos ao dia, além de alterar o funcionamento de órgãos públicos e do comércio da capital.

A data, celebrada há mais de 40 anos por ativistas do movimento negro, foi incluída em 2003 no calendário escolar nacional. Além dos seis estados, incluindo o Maranhão (por meio da Lei nº 10.747/2017), que aderiram ao feriado via lei estadual, outras 10 unidades federativas têm feriados em cidades onde foi instituída lei municipal.

Origem da Consciência Negra

O idealizador do Dia Nacional da Consciência Negra foi o poeta, professor e pesquisador gaúcho Oliveira Silveira. Em 1971, ano de fundação do Grupo Palmares, que reunia militantes e pesquisadores da cultura negra brasileira, o gaúcho propôs a criação de uma data que comemorasse a tomada de consciência da comunidade negra sobre seu valor e sua contribuição ao país.

O dia 20 de novembro foi escolhido pelo grupo por lembrar e homenagear o líder do Quilombo dos Palmares, Zumbi, assassinado nesse dia pelas tropas coloniais brasileiras, em 1695.

Significado

O Dia da Consciência Negra é considerado uma ação afirmativa de promoção da igualdade racial e uma referência para a população afrodescendente dedicada à reflexão sobre as consequências do racismo. Assim sendo, a data tem uma orientação comemorativa, mas também está voltada à afirmação da consciência política, da pertença étnico-racial e da reivindicação dos direitos da população afro-brasileira.

A data também é utilizada para incentivar a reflexão sobre o relevo da cultura e do povo africano, bem como a sua importante influência na cultura brasileira. Nas cidades onde foi decretado feriado no dia, realiza-se uma série de eventos, como fóruns, debates e programações culturais.

Grupo de Dança Afro Malungos

Há 12 anos o GDAM realiza o show Zumbi Vive, em alusão à data. Para este ano, uma programação ainda mais especial foi preparada devido ao feriado que será celebrado pela primeira vez no estado. O show, que será realizada a partir das 17h desta terça-feira (20), terá apresentação de 13 artistas da música afro: Tadeu Obalatá, César Sampaio, Paulinho Akomabu, Carlão Rastafari, Joaquina Salazar, Gisele Padilha, Luís Guerreiro, Rosa Reis, João Marcos, Júnior Almeida, Bili Walter, Fábio Borges e Alia Tiê e, também, discotecagem com os Djs Ademar Danilo, Jorge Black, Magno Roots e Luizinho Black. O encerramento ficará por conta da bateria da escola de samba Marambaia, campeã do carnaval maranhense de 2018.
Durante todo evento estarão à venda artesanatos, além disso, trancistas produzirão penteados afros.

Governo do Estado

Por meio da Secretaria de Igualdade Racial (Seir), o Governo do Estado está realizando, desde o dia 19 de novembro, atos alusivos ao Dia da Consciência Negra. Na quarta-feira (21), das 9h às 17h, no Centro Cultural da Vale, acontece a oficina de desenvolvimento sustentável do Projeto Minha Folha Minha Cura, voltada para lideranças de matriz africana; o evento ocorre numa parceria entre a Secretarias de Estado do Meio Ambiente e da Saúde.

Na quinta-feira (22), será realizado o II Seminário Inter Religioso, um encontro de lideranças religiosas de diversas denominações para promover o debate e a reflexão sobre o respeito e a convivência pacífica na sociedade e defender a liberdade religiosa e o estado laico. O seminário acontece no Convento das Mercês, das 9h às 17h.

No domingo (25), acontecem atividades culturais para a juventude da Grande Liberdade, onde será promovida a Gincana Cultural Cosme e Zumbi, no Viva da Liberdade, das 8 as 17 horas. No dia 29, das 9h às 17h, a Seir, Seejuv e Ong Mapa Educação realizam na Casa do Maranhão o Seminário Educação e Juventudes Negras para promover o debate sobre políticas públicas para as juventudes.

Finalizando as atividades alusivas à Semana da Consciência Negra, a Seir e a Secretaria de Estado da Saúde promovem na Casa do Maranhão, no dia 30, das 13h30 às 17h, o Seminário Saúde nos Quilombos, voltado para profissionais de saúde, quilombolas e lideranças do movimento negro.

Funcionamento do comércio no feriado

A Fecomércio-MA e os sindicatos patronais filiados informaram, por meio de nota, que promoveram ajuste especial com o Sindicato dos Empregados no Comércio de São Luís no sentido de autorizarem o funcionamento das empresas do comércio na capital em regime de horário livre no dia 20 de novembro (terça-feira), feriado estadual do Dia da Consciência Negra.

No entanto, o trabalho nesse dia é considerado extraordinário e deverá ser pago com acréscimo de 100% sobre o valor da hora normal trabalhada, além de gratificação no valor de R$ 60,00 (sessenta reais) para cada empregado que assim trabalhar nesse dia.

As atividades essenciais, tais como farmácias e supermercados, que já possuem autorização para funcionar em dias de feriados mediante pagamento de horas extras, não fazem parte do ajuste e ficam isentas do pagamento da gratificação acertada entre as entidades sindicais das empresas comerciais e dos empregados.

Serviços Públicos
Repartições públicas federais, estaduais e municipais, além de agências dos Correios e casas lotéricas não funcionarão nesta terça-feira. No sistema de segurança pública, funcionarão apenas os plantões de polícia: Comando Central e delegacias do Cohatrac, Cidade Operária, Anjo da Guarda e Maiobão. O atendimento de saúde na rede pública só será prestado em regime de emergência nas Unidades de Pronto Atendimento, Socorrões e Socorrinhos.

Programação

Centro de Cultura Negra do Maranhão
Dentro da programação dedicada à data, estão sendo promovidas atividades desde o dia 14 a 24 de novembro no CCN-MA. Confira os eventos dos próximos dias:
20/11 - “Cine Democracia” - Local: Sede da CCN - 18h
23/11 - Palestra “CNN, 40 anos de luta pela democracia racial” - Local: Sede da CNN - 18h.
24/11 - Lançamento do “Manual de orientação de leis de combate ao racismo contra o povo negro”, através do Projeto Vida de Negro; Ensaio AKOMABU - Local: Sede da CNN
Feira do Livro de São Luís
FEIRA SLZ PRETA - 20/11

10h às 12h - Casa do Escritor
Palestra “A oralidade como um instrumento de letramento na comunidade quilombola”.
17h às 20h - Auditório Punga dos Saberes
Roda de Conversa “Olhares sobre o Carnaval Maranhense: do Antigo ao Contemporâneo”.
19h - Auditório Punga dos Saberes
Lançamento de livro

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte