Política | Orçamento impositivo

Emenda impositiva volta a ser defendida por oposição

Em entrevista à Rádio Mirante AM na manhã desta segunda-feira, 19, o deputado Edilázio Júnior, membro da oposição, disse que o governador Flávio Dino precisa deixar diferenças partidárias e trabalhar por todo o Maranhão
19/11/2018 às 09h46
Emenda impositiva volta a ser defendida por oposiçãoEdilázio Júnior voltou a defender a aprovação da emenda impositiva na Assembleia Legislativa (Divulgação)

A proposta de emenda impositiva volta a ser debatida pela oposição na Assembleia Legislativa. Em entrevista nesta segunda-feira, 19, à Rádio Mirante AM ao programa Ponto Final, o deputado estadual de oposição, Edilázio Júnior (PSD), disse que para o desenvolvimento do estado é necessário que haja a contrapartida do Governo do Maranhão para a liberação das emendas impositivas. Para o parlamentar, o governador do estado, Flávio Dino (PCdoB), deve esquecer diferenças partidárias e pensar no bem de todo o estado.

Para Edilázio, determinados encaminhamentos para municípios maranhenses somente são necessários por meio das emendas parlamentares.

“Estive recentemente em uma localidade do município de Paraibano. Lá, a população está sem água. Reforcei compromisso de viabilizar investimento. Se tivesse a emenda, a liberação do recurso e do bem necessário seria muito mais viável”, disse.

O deputado voltou a criticar o governador comunista. Para ele, o gestor foi irresponsável com as contas públicas, ao citar a queda na arrecadação e no fundo destinado aos aposentados e pensionistas.

“Foi uma situação relatada por vários meses por mim e outros representantes da oposição. Como não houve qualquer preocupação do Governo do Flávio Dino em resolver, estamos nesta situação, sem qualquer perspectiva de investimentos para o estado”, afirmou Edilázio Júnior.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.