Vida | Prevenção

Atividade física ajuda a prevenir câncer de mama

Uma em cada 10 vítimas do câncer de mama poderia ter a vida poupada se praticasse ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, alerta pesquisa
04/11/2018 às 00h00
Atividade física ajuda a prevenir câncer de mamaCaminhadas diárias não exigem alto preparo físico, grandes deslocamentos ou equipamentos, portanto são uma ótima opção (atividade física)

Vítimas do câncer de mama poderia ter a vida poupada se praticasse ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, alerta pesquisa

Mais de duas mil mortes por câncer de mama poderiam ter sido evitadas no Brasil, em 2015, se as pacientes realizassem ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, destaca artigo científico publicado na revista Nature.

A pesquisa, que contou com a colaboração do Ministério da Saúde, alerta que uma em cada 10 mulheres vítimas do câncer de mama (cerca de 12%) poderiam ter a vida poupada se praticassem atividade física regularmente (150 minutos por semana).

Além de promover a saúde e o bem-estar, os dados evidenciam mais uma vantagem da prática de atividade física: melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados com o câncer de mama, o que pode evitar e até melhorar o quadro de uma paciente com a doença.

A pesquisa também chama atenção para o impacto de outros fatores de risco em mortes: 6,5% dos óbitos por câncer de mama são atribuídos ao uso de álcool, índice alto de massa corporal e uma dieta rica em açúcar.

Portanto, praticar exercícios físicos, consumir alimentos frescos e ricos em nutrientes e cessar o tabagismo e o uso abusivo de álcool são fundamentais para evitar o câncer de mama e doenças crônicas em ascensão, como diabetes e hipertensão.

Dicas para criar o hábito de caminhar

Caminhadas diárias não exigem alto preparo físico, grandes deslocamentos ou equipamentos, portanto são uma ótima opção para quem quer sair do sedentarismo e criar o hábito de se exercitar. Além de prevenir inúmeras doenças, apenas 30 minutos de caminhada diária fortalece ossos e músculos, controla o peso, reduz a ansiedade e o estresse e melhora a disposição.

Alimentação saudável também é aliada

Aliada à prática diária de atividade física, a alimentação adequada e saudável, baseada no consumo de alimentos in natura ou minimamente processados (como arroz, feijão, carnes, ovos, castanhas, frutas, verduras e legumes), pode ser a chave da saúde e do bem-estar. É o que preconiza o Guia alimentar para a população brasileira.

A publicação do Ministério da Saúde também ressalta a importância do consumo regular de frutas, legumes e verduras na proteção contra certos tipos de câncer e doenças do coração, o que não se repete com medicamentos ou suplementos que contêm os nutrientes individuais presentes nesses alimentos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.