Cidades | Homenagens

Cemitérios lotados e comércio aquecido para o Dia de Finados

Data oficialmente é celebrada hoje, mas desde ontem já era intensa a movimentação de visitantes nos cemitérios da capital; vendedores informais se aglomeravam para comercializar flores e outros artigos
Daniel Júnior / O Estado02/11/2018
Na véspera do Dia de Finados, movimentação foi grande em cemitérios

O Dia de Finados é celebrado oficialmente hoje, dia 2 de novembro, mas durante o dia de ontem já era intensa a movimentação de visitantes nos cemitérios de São Luís. Além disso, em decorrência da data, vendedores ambulantes se aglomeravam e ocupavam espaços no entorno dos cemitérios, para comercializar artigos fúnebres, como coroas de flores, velas, entre outros produtos, além de lanches e água.

“Há 15 anos, sempre no período de Finados, eu venho comercializar flores no cemitério do Gavião [situado no centro da capital maranhense]. Os preços das flores variam de R$ 10,00 a R$ 30,00. A minha expectativa é de vender tudo e garantir uma renda extra. Vou para casa à noite, mas todo o produto fica aqui. Tem um vigia, contratado por nós, que fiscaliza a área”, afirmou Teodora da Conceição Pereira, de 59 anos, enquanto cuidava das flores que estavam expostas ao público, na Praça da Saudade.

A idosa Terezinha Barros, de 84 anos, visitava o túmulo do seu sobrinho, que morreu em fevereiro deste ano. “Estou aqui logo hoje, porque sei que amanhã [hoje] o cemitério do Gavião estará lotado. Enquanto for viva e força tiver, venho homenagear meu sobrinho”, relatou ela, com um buquê de flores brancas nas mãos.

“Vim visitar o túmulo da minha sogra e do meu esposo. É uma data reservada para homenagear os entes queridos que se foram. Eles merecem essa lembrança. Todos os anos, venho”, garantiu Fátima Costa, de 40 anos.

Desempregados, os jovens Edson Alves e Valdeilson Silva, ambos de 18 anos, aproveitavam a movimentação no cemitério para oferecer serviços de limpeza de túmulos. “Há quatro anos que viemos trabalhar aqui, no período de Finados. Estamos sem serviço e limpar túmulos é uma alternativa de trabalho. A partir de R$ 20,00, deixamos tudo bem limpo. Acredito que amanhã [hoje] será ainda melhor, porque terá mais gente”, explicou.

Comércio de velas e flores estava em aquecido desde ontem

Bernarda dos Santos, de 58 anos, trabalha com flores artificiais e naturais há mais de 30 anos e, no período de Finados, comercializa no entorno do cemitério do Gavião. “Vendo flores no Parque do Bom Menino. Mas, no Dia de Finados, eu venho para o cemitério do Gavião, porque tem um movimento bom. Espero vender tudo o que trouxe”, disse, esperançosa.

Parque da Saudade
No cemitério Parque da Saudade, no Vinhais, também era intensa a movimentação de pessoas que homenageavam seus entes queridos que partiram, durante a manhã de ontem. “Vim hoje (ontem), mas amanhã (hoje) venho de novo, visitar o túmulo dos meus pais. Sempre reservo esta data, este momento, para homenagear os meus genitores, mesmo sabendo que não estão mais no túmulo. Mas esse ato representa o respeito, carinho e ameniza mais a saudade, pois temos a noção de que eles moram aqui”, externou o comerciante Raimundo Nascimento Souza, de 67 anos.

No Parque da Saudade, logo na entrada, há uma placa de uma campanha contra o trabalho infantil, desenvolvida pelo Ministério da Trabalho, em parceria com outros órgãos. “EU NÃO: contrato crianças, compro de crianças, aceito a exploração do trabalho infantil”, diz a arte fixada na portaria do cemitério.

SAIBA MAIS

Trânsito e Segurança

Em vista à grande movimentação de pessoas e veículos no entorno dos cemitérios de São Luís, a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) informou que vai intensificar a fiscalização e ordenamento do trânsito nesta sexta-feira (2), Dia de Finados, nos principais pontos de acesso aos cemitérios situados na capital maranhense. Sobre manter a segurança, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), por meio da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), comunicou que o policiamento no Estado será normal durante o feriado de Finados, visto que o serviço de segurança pública é considerado essencial. A PM informa, ainda, que devido a maior concentração de pessoas próximo a cemitérios, haverá a circulação de policiais militares a pé e também em motocicletas. A PM orienta que eventuais ações criminosas podem ser denunciadas e a polícia acionada através do 190.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.