Política | Eleições 2018

Resultado do 2º turno tem repercussão na Assembleia

Na primeira sessão após a votação para presidente, deputados falaram a respeito da vitória de Bolsonaro nas urnas; maioria desejou sorte ao eleito
Gilberto Léda30/10/2018

Na primeira sessão plenária após a realização do 2º turno das eleições brasileiras, três deputados estaduais comentaram o resultado do pleito e desejaram êxito ao novo comandante do Executivo nacional.
“Desejo que o novo presidente tenha êxito na sua administração e que possa, principalmente, pacificar o Brasil”, afirmou Othelino Neto (PCdoB), presidente da Casa.
Mesmo com críticas ao eleito, o comunista disse que “é preciso que aceitemos o que a maioria da população brasileira decidiu” e reafirmou que seu partido, o PCdoB, estará na oposição.
“O PCdoB fará uma oposição democrática e estará vigilante contra toda e qualquer ação do presidente eleito”, completou.
O deputado Wellington do Curso (PSDB) pediu “sabedoria” e “serenidade” ao novo presidente do país.
“Que Deus possa conceder sabedoria, serenidade para que ele possa conduzir a nação, o Estado brasileiro para melhores dias. Vivemos num momento de crise e de crise financeira, mas também de crise política e de crise ética. Então rogo a Deus que estenda suas mãos poderosas sobre o país, sobre o Brasil e sobre a administração do Presidente eleito Jair Messias Bolsonaro”, destacou.
Ainda deputado estadual, mas já eleito deputado federal, Bira do Pindaré (PSB) ressaltou que respeita o resultado das urnas, mas reforçou que, em Brasília, fará oposição a Bolsonaro.
“O resultado apresentado evidentemente deve ser respeitado, porque esta é a regra da democracia. Por outro lado, nós não podemos deixar de reafirmar o nosso ceticismo com a decisão tomada pela maioria da população brasileira. Não acredito no projeto liderado pelo senhor Jair Bolsonaro. Então, desde já, eu afirmo categoricamen­te, serei um deputado de oposição no Congresso Nacional”, completou. l

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.