Esporte | Brasileirão

Maranhense veste camisa da Seleção e fala sobre momento único na carreira

Pablo se apresentou para o técnico Tite e vai ter a oportunidade de enfrentar a Arábia Saudita e a Argentina em amistosos
Eduardo Lindoso / O Estado08/10/2018 às 16h19
Maranhense veste camisa da Seleção e fala sobre momento único na carreira Pablo em treino da Seleção Brasileira no CT do Tottenham (Divulgalção/CBF)

SÃO LUÍS – Primeiro maranhense a vestir a camisa da Seleção Brasileira depois de sete anos, o zagueiro Pablo se juntou ao técnico Tite e ao restante do grupo de atletas em Londres, na Inglaterra, e já sentiu o gosto de vestir pela primeira vez a ‘Amarelinha’. Muito feliz pelo momento, Pablo disse, em entrevista ao Globoesporte.com, que vive momento único na carreira e que tudo é novo para ele neste momento. Atuando bem no Campeonato Francês pelo Bordeaux, o defensor de 27 anos ganhou a confiança de Tite e vai ter a oportunidade de enfrentar a Arábia Saudita e a Argentina em amistosos.

Os brasileiros começaram a se apresentar nesta segunda-feira (8) no CT do Tottenham, onde Tite inicia a preparação para os amistosos da Data FIFA de outubro. Pablo, que veio da França, se juntou ao grupo e concedeu uma entrevista coletiva. O zagueiro falou dos desafios da carreira e ressaltou a emoção de jogar ao lado de craques mundiais, como Coutinho e Neymar.

“Tudo é novidade. Um dia você sonha, um dia você pensa em alcançar objetivos, e estar aqui é um sonho realizado. Hoje, quando entrei no quarto e coloquei o uniforma da Seleção, passou um filme na cabeça. Tantas lutas, dificuldades, choros, todo mundo que tenta alcançar objetivos leva porrada na vida. Isso faz você amadurecer ainda mais. É muito bacana estar ao lado de cara como Neymar, Coutinho, só feras”, disse Pablo.

Campeão brasileiro pelo Corinthians no ano passado, Pablo falou sobre o salto na carreira na última temporada e o apoio que recebeu do técnico Fábio Carille.

“Meu ano de 2017 foi muito especial, amadureci demais jogando no Corinthians com o Carille. Eu falo sobre ele em todas as entrevistas, aprendi muito como profissional. Ele é um cara espetacular, me ligou assim que saiu a convocação, dando parabéns, falando só coisas boas. E agora com o Tite, que o é o treinador dele, digamos assim, vou aprender muito mais”, comentou.

O primeiro trabalho com bola da Seleção Brasileira durante este período de treinos está marcado para as 16 horas (12 horas de Brasília) da tarde desta segunda-feira (8). Como de costume, será levada em conta o desgaste do fim de semana dos atletas em virtude dos minutos em campo por seus clubes. Serão três treinos em solo inglês antes do embarque para a Arábia Saudita, onde a Seleção Brasileira disputará amistosos contra os donos da casa e a Argentina. No dia 12 contra os árabes e no dia 16 de outubro contra os hermanos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte