Cidades | Alerta

1.171 casos suspeitos de violência contra idosos este ano em São Luís

Ocorrência mais registrada pela Delegacia do Idoso é configurada pelas violências física e psicológica e pelo abandono; dados foram divulgados no Dia Internacional do Idoso (1º de outubro)
Daniel Júnior/ O ESTADO02/10/2018
1.171 casos suspeitos de violência contra idosos este ano em São LuísIdoso também é vítima de discriminação por causa da idade avançada (Dia do idoso - violência)

SÃO LUÍS - Maus-tratos (violência física e psicológica, abandono), violência doméstica e estelionato são as ocorrências mais registradas pela Delegacia do Idoso, instalada na Rua Paparaúbas, no bairro São Francisco, em São Luís. Até as 11h20 de ontem, 1º, data em que se celebra o Dia Internacional do Idoso, 1.171 casos suspeitos de violência contra pessoas da terceira idade foram formalizados pelo órgão especializado este ano.

“É constante registrarmos casos de violência física, psicológica e abandono, o que é considerado como maus-tratos. Também há muitos casos de violência doméstica, que acontece quando o idoso é agredido por filhos (as), netos (as) ou qualquer outro indivíduo do meio familiar, que, geralmente, querem dinheiro, para adquirir drogas. Outro caso comum é estelionato e ocorre quando o idoso é lesado financeiramente por instituições financeiras e/ou até mesmo pelos familiares. As pessoas têm que denunciar, procurar ajuda. O idoso, na maioria das vezes, está muito vulnerável. Não pode deixar impune”, explicou a delegada Igliana Azulay, titular da Delegacia do Idoso do Maranhão.

A delegada também destacou que o idoso é vítima de discriminação por ser idoso. “Só pelo fato de estar na terceira idade, muitos idosos sofrem discriminação. Um exemplo disso é quando dificultam o acesso do idoso a um banco. Quando humilham o idoso por algo que ele não consegue mais fazer. Tudo isso é preconceito, seja explícito ou silencioso. A Delegacia do Idoso trabalha em conjunto, com outros órgãos de proteção, como o Ministério Público do Maranhão (MP) e outras entidades”, ressaltou Azulay.

As pessoas que presenciarem ou suspeitarem de casos de violência contra o Idoso, podem formalizar uma denúncia, por meio do número de contato da Delegacia do Idoso, que é o (98) 3221-3381 ou direto no 190. Além da delegacia, a denúncia pode ser feita ao MPMA, no endereço: Av. Prof. Carlos Cunha, n° 3261, no Calhau, em São Luís, ou ligar para ouvidoria no número 0800 098 1600. Os telefones são (98) 3219-1816 /1846/1845/1880.

Situação subumana
Um caso de maus-tratos ao Idoso registrado em São Luís, foi denunciado no dia 20 de agosto por O Estado. Em situação subumana, o idoso Genésio de Sousa, de 82 anos, vivia em um casebre insalubre no bairro São Francisco. Ele foi encontrado muito debilitado, pois estava sem comer, deitado no meio do lixo. Na entrada do imóvel, situado na Rua Pedro Neiva de Santana, no São Francisco, o sinal de muito descaso: o mau cheiro e o lixo tomava conta do espaço.

Metais enferrujados, pedaços de madeira apodrecida, plástico velho, garrafas pet, bacia quebrada e muito mato faziam parte daquele cenário insalubre e de abandono. O idoso revelou que dormia no escuro, porque tinha medo de acender alguma chama, causar um incêndio e morrer.

“Aqui tem muito lixo e, caso ocorra algum incêndio, posso morrer queimado. Tenho dificuldade para andar e problema na coluna”. Ele também informou que o único parente seu que reside em São Luís é um irmão, que também é idoso. Após a denúncia , Genésio foi resgatado em uma operação firmada da Delegacia do Idoso e a Promotoria do Idoso. Após bateria de exames médicos, foi encaminhado à Casa de Acolhimento Solar do Outono, no bairro Cohab Anil I.

Fique por dentro

Denúncia
Um usuário denunciou a O Estado que estavam faltando viaturas na Delegacia do Idoso. “Formalizei uma denúncia na última quarta-feira (26), porém informaram que naquele momento não havia viatura disponível, para uma diligência urgente”, relatou o denunciante, que preferiu não ter seu nome revelado.
A delegada esclareceu que estava ciente do caso e que a única viatura da unidade policial foi até o endereço. “Atualmente, temos uma viatura na delegacia. As pessoas registram a ocorrência normalmente e, posteriormente, fazemos a diligência. Uma de cada vez”, disse a delegada.

SAIBA MAIS

Dia Internacional do Idoso

Ontem (1º), foi celebrado o Dia Internacional do Idoso. A data foi instituída em 1991, pela Organização das Nações Unidas (ONU), e tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e da necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa.

No Dia Internacional do Idoso decorrem várias iniciativas para a população idosa, nomeadamente palestras, sessões de atividade física e workshops de artes manuais.

Fonte: Calendarr

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte