Polícia | Violência

PM afasta soldado do CTA por agressão a um cidadão

Fato ocorreu segunda-feira, em um posto, Itapiracó; vítima, agredida a socos e baleada está hospitalizada; ações envolvendo policiais já vitimaram seis cidadãos
Ismael Araújo29/09/2018

SÃO LUÍS - A cúpula da Secretaria de Segurança Pública (SSP) afastou, nesta sexta-feira, 28, o soldado e lutador de jiu-jitsu, Eduardo da Luz Soares, lotado no Centro Tático Aéreo (CTA), por ter agredido fisicamente e baleado na perna, Anderson Pereira da Silva. O fato ocorreu na madrugada de segunda-feira, em uma conveniência de um posto de combustível no bairro do Itapiracó. Ações desastrosas realizadas por profissionais da área de segurança pública do Maranhão já vitimaram seis cidadãos, baleados ou mortos, em menos de três anos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte