Política | Pleito 2018

MA tem 80 localidades isoladas que fará transmissão de voto por meio de satélite nas eleições de 2018

O Maranhão é o quinto estado com maior número de localidades de difícil acesso; a previsão é de que a apuração nestas comunidades seja transmitida mais rápida do que a votação em grandes localidades
Carla Lima/Subeditora de Política25/09/2018 às 13h24
MA tem 80 localidades isoladas que fará transmissão de voto por meio de satélite nas eleições de 2018Mais de 1,2 mil localidades do Brasil terão transmissão de votos via satélite; Maranhão é o quinto com maior número de locais considerados isolados (Divulgação)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão já tem equipes preparadas para a votação em 80 localidades de difícil acesso no estado. O Maranhão é a quinta unidade da federação com mais locais que têm problemas com telecomunicações e o uso de sinais de satélites são necessários para a apuração da votação do pleito, que ocorrerá no próximo dia 7 de outubro.

Além destas localidades no Maranhão, pelo menos 1,2 mil localidades em 353 cidades do país terão as transmissões dos votos via satélite nas eleições deste ano, aponta o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os locais, escolhidos por conta da dificuldade de acesso, terão uma apuração mais rápida que a dos grandes centros urbanos.

A transmissão é feita em áreas sem nenhuma infraestrutura de telecomunicações e, em sua maioria, sem energia elétrica, como aldeias indígenas, seringais, comunidades ribeirinhas, quilombos, assentamentos rurais e vilarejos isolados.

Antes da utilização do sistema via satélite, a Justiça Eleitoral demorava mais de 48 horas para finalizar as eleições. Com a utilização dos satélites, o resultado passou a ser publicado no mesmo dia do pleito.

A transmissão dos votos dura aproximadamente 3 minutos, de acordo com o TSE. Assim, no dia da votação, os votos computados pela urna eletrônica são enviados via satélite para o Tribunal Regional Eleitoral de cada estado. Após a transmissão, os dados são conferidos com os boletins de urnas que são impressos antes de iniciar o procedimento.

O estado que mais têm localidades isoladas são Amazonas (380), Pará (337), Mato Grosso (90), Amapá (82) e Maranhão (80).

Segundo o TSE, a utilização da transmissão via satélite dos votos está estabilizada no país. Nas últimas eleições presidenciais, em 2014, por exemplo, foram usados 1.464 equipamentos. Em 2010, o número foi parecido: 1.423. O total de aparelhos usados nas eleições deste ano, no entanto, ainda pode sofrer modificações até o dia da votação.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte