Esporte | Série B

Sampaio tem "missão quase impossível” para se salvar do rebaixamento

Com 90% de chances de cair, o Tricolor precisa somar 20 pontos nos 10 jogos que lhe restam na temporada
24/09/2018 às 17h01
 Sampaio tem "missão quase impossível” para se salvar do rebaixamento O Sampaio perdeu por 3 x 1 para o Avaí (AVAI X SAMPAIO)

SÃO LUÍS – Quando o time entrou em uma curva ascendente, melhorou seu desempenho em campo, evolução que coincidiu com a chegada do técnico Marcinho Guerreiro, o Sampaio Corrêa voltou a tomar um baque na Série B, caiu para a lanterna da competição e viu aumentar suas chances de rebaixamento. Com mais de 87% probabilidade de queda, o time tricolor tem ainda 10 jogos na temporada e precisa faze mais 20 pontos se salvar. Missão quase impossível. Depois da derrota por 3 x 1 para o Avaí, no sábado (22), o elenco tricolor se reapresentou nesta terça-feira (25), no CT José Carlos Macieira.

Com 25 pontos, na última colocação da Série B, o Sampaio tem de somar pelo menos mais 20 pontos para chegar ao 45, margem de pontuação que, segundo os matemáticos, livra uma equipe do rebaixamento. Neste cenário, o time maranhense precisa vencer, em uma conta ousada, sete jogos para chegar aos 46 e se livrar de vez do descendo, podendo até perder mais três jogos, campanha inimaginável pelo que o time vem apresentando na temporada.

Existem outras possibilidades, todas bem complicadas, é fato. O Sampaio pode vencer cinco jogos e empatar os outros cinco. Ou seja, não perder mais nenhum jogo no campeonato. Tudo muito complicado, ainda mais quando se imagina que o Tricolor foi o time que mais perdeu nesta edição da Série B e tem a segunda pior defesa, com 36 gols sofridos, a pior é a do Atlético (GO) com 38 gols sofridos.

Dos 10 jogos que tem pra fazer, o Sampaio joga cinco em casa e cinco fora. No seu próximo compromisso, o Sampaio enfrenta o Oeste, na Arena Barueri, no interior de São Paulo. Esse confronto acontecerá no sábado (29), às 16h30.

Reforços

Para esta partida diante dos Paulistas, o técnico Marcinho Guerreiro terá os retornos de Andrey e do atacante Uilliam Barros, além de Adílson Goiano, impedido de participar do confronto diante do Avaí devido a uma penalidade imposta pelo STJD, que aplicou ao jogador dois jogos de suspensão.

“Sofri muito do lado de fora, principalmente porque fizemos uma boa partida. É difícil quando as coisas não dão certo, mas não podemos abaixar a cabeça. Sábado já temos outro jogo pela frente e espero estar à disposição para ajudar a equipe a conquistar essa vitória”, declarou o atacante Uilliam Barros em entrevista ao site oficial do clube.

Quem também deve ficar à disposição do treinador é o meia Jocinei, que se recupera de uma entorse no tornozelo e tem boas chances de reaparecer diante do Oeste.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte