Polícia | brutalidade

Dupla é presa suspeita de torturar mulheres na Vila Embratel

Josivan Sousa Chagas e Gabriel Rodrigues Salazar são suspeitos de torturarem duas mulheres a mando de facção criminosa
OESTADOMA.COM18/09/2018 às 12h36

SÃO LUÍS - Foram presos na manhã desta terça-feira (18), dois jovens identificados como Josivan Sousa Chagas, de 19 anos, conhecido como “Chuchu” e Gabriel Rodrigues Salazar, de 22 anos de idade, conhecido como “Carioca”.

A prisão da dupla aconteceu após um episódio de brutalidade. Na semana passada, duas mulheres, identificadas como Kelly Regina de Araújo Portela, de 28 anos e Thayana Ramos Diniz, de 25 anos fizeram uma denúncia para órgãos de iluminação pública, reclamando da falta de iluminação na região do Piancó, na Vila Embratel.

De acordo com informações da polícia, líderes de facções criminosas não gostaram da atitude das duas e determinaram que Josivan e Gabriel torturassem as mulheres como forma de punição. Kelly Regina e Thayana Ramos sofreram agressões durante quatro horas dentro da própria residência. Vizinhos perceberam e impediram que a situação terminasse de forma trágica. As duas prestaram depoimento à polícia.

Ainda de acordo com a polícia, “Chuchu” é suspeito de vários crimes na região da Vila Embratel, entre eles homicídios e roubos, além de pertencer a uma facção criminosa.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte