Alternativo | Sustentabilidade

Projeto Conexão Sustentável Alcoa chega à quarta edição

São Luís recebe projeto que destaca a importância da conservação ambiental e do consumo consciente
11/09/2018 às 09h55
Projeto Conexão Sustentável Alcoa chega à quarta ediçãoCasa do Bispo Atelier em cena do espetáculo a Liga dos Super Herois

SÃO LUÍS - O Maranhão recebe na primeira quinzena de setembro a quarta edição do Conexão Sustentável Alcoa. O projeto, que leva cinema e teatro gratuitos a diversas regiões do país. Até sexta-feira, 14, a arena que abriga os espetáculos estará no Pátio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento – Semapa (BR 135, Km 0, s/n – Tirirical). A iniciativa busca conscientizar o público sobre a importância da sustentabilidade e do consumo consciente. A programação é toda gratuita. Antes foram visitadas as cidades de Andradas (MG), Poços de Caldas (MG) e Divinolândia (SP).

Essa é a primeira etapa do projeto aprovado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura. Além de Minas Gerais, de São Paulo e do Maranhão, o Conexão Sustentável Alcoa vai passar também pelo Pará. Nessas localidades, a população será convidada a visitar o Palco Móvel, arena que abriga até 250 pessoas.

Dois grupos serão responsáveis por divertir o público com apresentações teatrais. A Cia Casa do Bispo Atelier, de Gramado (RS) vai encenar o espetáculo “Era uma vez... Super-Heróis e Liga do Planeta Sorriso”, que aborda o consumo consciente de forma bastante divertida. Já o Palhaço Félix e Cia, de Canela (RS), apresenta “Não se lixe pro lixo”, com palhaços que ensinam a economizar água e reciclar o lixo ao mesmo tempo que divertem o público com a arte circense. Enquanto aguarda as atrações culturais, o público poderá se divertir usando tablets com jogos educativos disponíveis na estrutura da arena.

Nos meses de outubro e novembro ocorre a segunda etapa do projeto. O Cinemóvel vai passar por São Luís, Santarém e Juruti, no Pará, e Campo Belo do Sul, em Santa Catarina. Nessa etapa, sessões de cinema e apresentações teatrais vão ocorrer em um auditório climatizado com 30 poltronas, espaço para cadeirante, telão de 120 polegadas e som estéreo. De agosto a novembro serão visitados cinco estados e promovidas 168 apresentações de teatro e 84 sessões de cinema

“De uma forma bem lúdica, este projeto compartilha conceitos muito importantes de sustentabilidade. Queremos deixar este legado para diversas gerações nas comunidades onde a Alcoa atua”, destaca a gerente de Programas do Instituto Alcoa, Tatiana Bizzi.

“Nosso propósito é disseminar cultura. Vamos percorrer milhares de quilômetros para cumprir essa tarefa e estamos bastante entusiasmados com a possibilidade de levar teatro e cinema a localidades mais remotas”, diz Jefferson Bevilacqua, diretor da Magma Cultura, produtora do projeto.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte