Polícia | Domínio

Áreas abandonadas na Ilha viram “favelinhas” de facções criminosas

Aumenta número de terrenos e prédios sem uso ocupados por bandidos e transformados em pontos de venda de entorpecente e esconderijo para fugitivos
Ismael Araújo25/08/2018

SÃO LUÍS - Prédios abandonados, terrenos vazios e condomínios do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), localizados na Ilha de São Luís, principalmente na Camboa e Fé em Deus e bairros adjacentes, estão na mira de membros de facções criminosas que aproveitam para criarem as “favelinhas do tráfico”. Um dos últimos locais invadidos foi o prédio da antiga fábrica de cimento Nassau, nas proximidades da Avenida Quarto Centenário, no Monte Castelo, mas os invasores acabaram expulsos por policiais militares na última quarta-feira, 22.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte