Vida | Vida Ciência

Luz, partícula, onda: a engenharia optrônica

Todo este processo de evolução começou em 1916 quando Albert Einstein descobriu que um átomo, ao interagir com a luz, pode ser estimulado a emitir mais luz
Antonio José Silva Oliveira, físico, doutor em Física Atômica e Molecular, pós-doutor em Jornalismo Científico. Professor da UFMA23/08/2018

Falta pouco para que computadores, tablets e smartphones se tornem artefatos invisíveis, movidos à luz. Externamente, não mudarão muito, mas seu funcionamento será muito mais rápido e consumindo menos energia elétrica, graças ao desenvolvimento de um novo conjunto de tecnologias para manipular a luz em escala microscópica.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte