Política | Eleições 2018

Zapata destaca em plano aumento do número de mortes em leitos do MA

Dados do SUS apontam que óbitos aumentaram em 12% em três anos
Gilberto Léda20/08/2018 às 08h15
Zapata destaca em plano aumento do número de mortes em leitos do MA

SÃO LUÍS - O professor Ramon Zapata, candidato a governador pelo PSTU, destaca em seu plano de governo um preocupante dado. Ele será o primeiro entrevistado da Sabatina O Estado, nesta segunda-feira, 20.

Segundo ele, nos últimos três anos, conforme dados do SUS, houve um aumento de 12% em número de mortes em leitos no Maranhão. Foram 9.857 casos só em 2017).

"Os corredores dos hospitais da rede pública e privada estão superlotados e até parto é realizado na porta da maternidade. O governo Flávio Dino mantém o modelo de privatização da saúde, entregando bilhões para empresas privadas gerirem a saúde pública. Empresas que não respeitam os profissionais, atrasando salários por meses, e prestando um péssimo serviço nas UPA´s e hospitais. Os hospitais que foram construídos funcionam com muita precariedade, sem concurso público para profissionais da saúde e sem verbas de manutenção garantidas", destacou.

De acordo com reportagem de O Estado sobre o tema, publicada em fevereiro, em 2014 haviam sido registrados 8.772 óbitos em leitos do SUS no Maranhão (veja mais).

Zapata diz ser contra o modelo de terceirização da saúde estadual.

"Somos contra o repasse da gestão das unidades de saúde para a Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), empresa de direito privado criada em 2012 no governo Roseana Sarney, cuja lei foi alterada pelo atual governador para prever contratação temporária, precarizando o trabalho dos profissionais", completou.

A Sabatina O Estado com a participação do candidato do PSTU começa às 10h.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte