Polícia | Confusão

Princípio de rebelião é registrado em unidade da FUNAC no Vinhais, em SL

Fato ocorreu após a visita dos dos pais, por causa de um bolo que foi deixado pela mãe de um dos internos; Grupo de Intervenção da FUNAC conter os ânimos
Daniel Júnior 13/08/2018
Princípio de rebelião é registrado em unidade da FUNAC no Vinhais, em SLCentro Canaã onde ocorreu o principio de rebelião entre os internos (Divulgação)

SÃO LUÍS - Um princípio de rebelião foi registrado na noite do último sábado, dia 11, no Centro da Juventude Canaã, unidade da Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (FUNAC/MA), no bairro do Vinhais, em São Luís. De acordo com agentes socioeducativos, o motim ocorreu, após uma confusão durante a visita dos pais. Armados com cacos de azulejos, pedaços de cadeira e vassoura, os menores declararam guerra.

“Teve um evento no auditório em comemoração ao dia dos pais. Servimos bolo tanto para os menores, como para os pais. Uma mãe não quis o bolo e deu para o seu filho comer depois. O jovem queira levar para o alojamento, mas tem uma norma de que lanche não pode descer para os quartos e, por isso, teve uma confusão entre ele e um agente. Quando foi a noite, esse jovem se juntou com outros, se armaram com pedaços de cerâmica, vassoura, cadeira e queriam vir pra cima de nós agentes”, explicou um agente socioeducativo que, por medo de represálias, preferiu não se identificar à reportagem.

Ainda conforme os agentes socioeducativos, os menores jogaram objetos pelos corredores, com o objetivo de atingi-los e machucá-los. Ninguém ficou ferido. “Tentamos de todas formas dialogar com eles, mas não foi possível. Para contê-los, tivermos que acionar o grupo de intervenção da FUNAC, que rapidamente vieram e, em seguida, tudo voltou ao normal.

Na manhã do dia 09 de abril deste ano, o Centro da Juventude Eldorado, uma das unidades da FUNAC/MA, situado no bairro do Turu, em São Luís, foi alvo de um princípio de rebelião. Dois monitores ficaram feridos, após internos ligados à facções criminosas rivais promoverem um motim durante uma atividade educativa.

O tumulto teria sido ocasionado devido a rixa entre integrantes de facções criminosas rivais. Dois internos, que estavam em sala de aula, se desentenderam e acabou ocorrendo uma briga generalizada. Muitos adolescentes chegaram a jogar cadeiras para o alto que atingiram a cabeça de dois monitores, que estavam tentando acalmar os ânimos.

Várias cadeiras ficaram quebradas. Os monitores feridos foram levados para o hospital, mas não correm risco de morte. O clima de tensão somente foi controlando com a chegada de policiais militares.

MORTE:

Um adolescente foi encontrado morto na manhã da quinta-feira, 06 de julho de 2017, no Centro de Juventude Canaã, no bairro Vinhais, em São Luís, administrado pela Fundação da Criança e do Adolescente (Funac). O jovem era de Pedreiras, distante 276km de São Luís, e estava cumprindo medidas sócio-educativas na Casa há 14 dias. Ele dividia um quarto com outros dois adolescentes, sendo que um teria assumido o crime.

NÚMEROS:

Mais de 200 adolescentes são atendidos pela Funac no Maranhão, distribuídos em 11 unidades, nos municípios de São Luís, Paço do Lumiar, Imperatriz e Timon.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte