Edição Digital

Esporte | Paris Saint-Germain

Técnico do PSG diz que Neymar é um líder quando está feliz: ''Meu jogador chave''

O técnico acredita que não precisa haver uma pressão exagerada no brasileiro. "Não existe só um líder, na equipe há vários e Neymar é um deles"
Estadão Conteúdo11/08/2018 às 12h00
Técnico do PSG diz que Neymar é um líder quando está feliz: ''Meu jogador chave''O treinador alemão, Thomas Tuchel, elogiou Neymar. (Reprodução/Twitter)

BRASÍLIA - O treinador alemão, Thomas Tuchel, contratado para comandar o Paris Saint-Germain na atual temporada, elogiou Neymar e disse que conta com a liderança do jogador brasileiro dentro de campo. O técnico prepara o time dele para a estreia no Campeonato Francês, em partida contra o Caen, às 16 horas (de Brasília) deste domingo, no Parc des Princes, em Paris.

"Está claro que 'Ney' é meu jogador chave. Ele é um dos melhores do mundo e um artista. Há várias formas de ser um líder. No caso dele, isso acontece quando está feliz, por causa da criatividade dele, por inspirar os outros e pelos riscos que assume em campo", analisou Tuchel em coletiva de imprensa neste sábado, em Paris.

O técnico acredita que não precisa haver uma pressão exagerada no brasileiro. "Há muitas formas de liderar. Alguns são responsáveis pela defesa, tarefa que não é de Neymar. Não existe só um líder, na equipe há vários e Neymar é um deles", concluiu o alemão.

Sem revelar quem vai ser o goleiro titular neste domingo, Tuchel exaltou o italiano Gianluigi Buffon, contratado pelo PSG em julho. "'Gigi' é um jogador de elite, profissional de primeiro nível. É uma lenda, humilde, muito educado e tem uma influência grande dentro da equipe", relatou o treinador, que também tem as opções do alemão Kevin Trapp e do francês Alphonse Aréola para a posição.

A estreia do PSG em partidas oficiais nesta temporada aconteceu no último sábado, quando o clube de Paris bateu o Monaco por 4 a 0 e conquistou o título da Supercopa da França, em jogo disputado em Shenzhen, na China. Buffon foi titular no confronto e Neymar entrou aos 21 minutos do segundo tempo, quando o placar já estava 3 a 0.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.