Esporte | Reabilitação

Na vice-lanterna da Série B, Sampaio juntando os pedaços

Em crise, o Sampaio Corrêa inicia preparação para enfrentar o Coritiba pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro; a equipe Tricolor não vence há nove jogos na competição e só venceu uma partida fora do Castelão
07/08/2018
Na vice-lanterna da Série B, Sampaio juntando os pedaçosPaulo Roberto começa a preparar equipe para enfrentar o Coritiba (Lucas Almeida / Sampaio)

Tentando juntar os cacos da equipe depois de mais uma derrota, a quarta consecutiva, sendo duas em casa, o técnico Paulo Roberto iniciou a preparação do Sampaio Corrêa para o primeiro confronto de segundo turno simbólico da Série B do Campeonato Brasileiro. O Tricolor terá pela frente uma pedreira, nada menos que o Coritiba, sexta-feira (10), no Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)

A equipe Tricolor se reapresentou na manhã de ontem, no CT José Carlos Macieira, para iniciar a preparação visando o confronto contra o Coritiba, adversário que venceu na abertura do campeonato, mas que mudou muito na competição e hoje briga para entrar no G4, enquanto o Sampaio luta para fugir da zona de rebaixamento. A situação do Sampaio não é nada boa, pois ocupa vice-lanterna com petição com míseros 16 pontos e a cinco pontos do primeiro time fora da zona da degola, o Brasil (SP).

A equipe do Sampaio está conseguindo provar que o poço onde está é mais fundo ainda. O Tricolor não vence há nove jogos, perdeu quatro em casa, só venceu uma partida fora de casa. E o time possui 11 derrotas.

Para o confronto contra o Coritiba, Paulo Roberto Santos não poderá contar com o lateral Marcelo e o volante Diego Silva, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. O treinador aguarda a recuperação de Bruno Moura, que realizou um novo exame de imagem esta manhã e foi liberado para transição. Sua participação na partida será avaliada ao longo dos próximos treinamentos pela comissão técnica.

Paulo Roberto acredita que a questão emocional seja um dos fatores que mais estejam atrapalhando o Sampaio dentro de campo, e ressalta que trabalhará bastante para mudar esse aspecto daqui pra frente. “Na nossa atual situação, o fator emocional tem sido um motivo de desequilíbrio contra a nossa equipe. Tomamos um gol e o time, de certa forma, ficou abalado e a situação começou a se desorganizar. Precisamos trabalhar a cabeça do grupo e fazer com que acreditem que é possível sair dessa situação”, afirmou.

Para enfrentar o Coritiba, a equipe Tricolor deverá ter à disposição o zagueiro Rogério, o volante Adilson Goiano e o meia Jocinei, que foram preservados para adquirir o condicionamento físico ideal, além do lateral Julinho, livre de suspensão.

O grupo boliviano dará sequência à preparação na manhã desta terça-feira, em atividade agendada para o Estádio Castelão.

Para a partida contra o Coritiba, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) definiu a arbitragem. O jogo terá trio mineiro e assistentes paranaenses.


O mineiro Wanderson Alves de Sousa será o árbitro central da partida, auxiliado por Sidmar dos Santos Meurer e William Trufelli Malaquias. Os mineiros Joelson Nazareno e Magno Arantes Lira também estão escalados para o jogo. Quarto árbitro Leonardo Ferreira Lima e analista de campo, João Candido Hartmann, são paranaenses.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2018 - Todos os direitos reservados.