Esporte | Brasileirão

Vitória e Cruzeiro desencantam no 2º tempo, mas ficam no 1 a 1

Equipes fizeram um confronto recheado de chances de gol pela 17ª rodada do Brasileiro, mas deixaram o gramado empatados
Gazetapress06/08/2018
Vitória e Cruzeiro desencantam no 2º tempo, mas ficam no 1 a 1Lance do confronto disputado no Barradão (Divulgação/Cruzeiro)

Salvador - Os pouco mais de 7.100 presentes no Estádio do Barradão neste domingo puderam acompanhar um jogo emocionante, disputado e que se não fossem os goleiros ou a trave poderia ter terminado com um resultado mais elástico. Dentro de campo, Vitória e Cruzeiro fizeram um confronto recheado de chances de gol pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas deixaram o gramado empatados por 1 a 1.

Atuando em casa e precisando do resultado para subir na tabela de classificação, o Vitória tomou a iniciativa da partida, teve a posse da bola, mas encontrou enormes dificuldades para criar as jogadas e chegar a meta defendida por Rafael. Forte no sistema de meio-campo, o Cruzeiro também encontrava poucos espaços e os primeiros 15 minutos foram de um jogo muito truncado no setor intermediário.

Se encontrava dificuldades para realizar a transição ofensiva, o Vitória assustava nos erros que a Raposa cometia. O primeiro deles aconteceu aos 17 minutos, quando Murilo tentou recuar para Rafael. A bola, porém, ficou curta e sobrou para Walter Bou, que saiu dividindo com o arqueiro cruzeirense e por pouco não abriu o placar.

Encontrando espaço entre as linhas do Vitória, o time comandado por Mano Menezes esteve ainda mais próximo do gol em duas oportunidades seguidas. Na primeira e mais perigosa delas, aos 26, Rafael Sobis tabelou com Mancuello, recebeu na grande área e arriscou para a defesa de Ronaldo, que espalmou na trave. Logo em seguida, o mesmo Mancuello tentou e o goleiro foi buscar mais uma.

A reta final dos primeiros 45 minutos teve o Cruzeiro ainda superior e criando as melhores oportunidades, enquanto os donos da casa encontravam dificuldades para acertar os espaços no setor de meio-campo. Aos 35 minutos, foi a vez de Aderllan salvar o Leão. Após cobrança de falta, o goleiro Ronaldo espalmou a bola para o meio da área e Bruno Silva pegou o rebote, que parou no corpo do defensor.

A volta para o segundo tempo teve os dois times mais aplicados a buscar o gol e, assim como na metade inicial, o Vitória criando a primeira chance. Logo aos três minutos, Aderllan aproveitou a sobre da cobrança de falta e cruzou para Walter Bou que, sozinho, testou à esquerda do gol. Na sequência, o Cruzeiro voltou a parar no poste, novamente com Rafael Sobis, que dominou, girou, e chutou para a bola explodir no travessão.

De tanto tentar, o Vitória chegou ao seu gol aos 26 minutos. Depois de ver Walter Bou parar em Rafael, Neílton foi para cima de Murilo, acabou derrubado dentro da área e com o pênalti assinalado pelo árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadão. Na cobrança, o próprio camisa 10 deslocou o goleiro e marcou.

A vantagem, porém, não durou muito tempo. Quatro minutos depois, Arrascaeta, em sua primeira participação no jogo, sofreu a falta, cobrou e colocou na cabeça de Manoel, que subiu sozinho e tocou para estufar a rede do goleiro Ronaldo, empatando o jogo. Nos acréscimos, Manoel marcou mais um, mas teve o tento anulado por falta em Aderllan.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA-BA 1 X 1 CRUZEIRO-MG

Local: Barradão, Salvador (BA)
Data: 05 de agosto de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público pagante: 7.193 pessoas
Público total: 7.771 pessoas
Renda: R$ 86.183,00
Cartões amarelos: David, Murilo, Bruno Silva, Marcelo Hermes e Arrascaeta (Cruzeiro), Marcelo Meli, Arouca e Erick (Vitória)
GOLS:
Vitória: Neílton, aos 26 minutos do segundo tempo
Cruzeiro: Manoel, aos 30 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Ronaldo; Jeferson, Aderllan, Ruan Renato, Bryan; Marcelo Meli (Erick), Fillipe Soutto, Arouca, Neílton (Wallyson) e Yago (Lucas Fernandes); Walter Bou
Técnico: João Burse

CRUZEIRO: Rafael, Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes; Ariel Cabral, Bruno Silva, Lucas Romero e Mancuello; Rafael Sóbis (Arrascaeta) e David (Raniel)
Técnico: Mano Menezes

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte