O Mundo | Atentado

EUA negam envolvimento em suposto ataque contra Maduro

O grupo Soldados de Franelas assumiu a autoria da ação em redes sociais; governo diz que drones provocaram explosões
06/08/2018

WASHINGTON - O governo dos Estados Unidos negou ontem envolvimento no suposto ataque de drones contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ocorrido no sábado,4, durante um evento militar em Caracas. Maduro disse que o objetivo era matá-lo e acusou os Estados Unidos e a Colômbia de estarem por trás do incidente. Um grupo reivindicou a autoria da ação, mas pairam dúvidas sobre o que realmente ocorreu.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte